Naruto Survival 4.0



 
CalendárioInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» Fronteiras do País do Som
por Lauts Hoje à(s) 01:53

» Academia Ninja de Konoha
por Elizabeth Grant Hoje à(s) 01:40

» Loja de Marionetes
por Hisoka Kurayami Hoje à(s) 01:25

» Banco de Atualizações Gerais
por Hatake Iori Hoje à(s) 00:43

» Fronteiras do País do Ferro
por Fiora Hoje à(s) 00:36

» Igreja Jashin
por Gin' Hoje à(s) 00:22

» Deserto da Punição
por Kodahma Sano Hoje à(s) 00:22

» Portões de Yugakure
por Gin' Hoje à(s) 00:18

» Fronteiras do País das Fontes Termais
por Gin' Hoje à(s) 00:17

Acesso Rápido
Quem está conectado
3 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Bluesday

O recorde de usuários online foi de 39 em 2/10/2016, 21:50
Calendário do RPG
Inverno

Estação: Inverno
Ano: X019
Procurados
Parceiros
http://pt-br.naruto.wikia.com/wiki/Wiki_Naruto
RPG - Hogwarts SchoolFórum grátisShinki RPGPokéMytushttp://www.heroisdoolimporpg.com/Pokémon Agenda RPGhttp://poke-mythical.forumeiros.com/http://narutorpgakatsuki.com.br/Shinobi Origens

Nosso Banner










Compartilhe | 
 

 [Residência] Shu Abaraji

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: [Residência] Shu Abaraji   27/1/2017, 11:01

Grande casa feita de madeira onde Shu mora junto de seu pai. No interior da casa, há a presença de dois quartos, sala de estar, cozinha, dois banheiros e um dojô. Na fachada da casa, existe um grande emblema do clã Akimichi estampado bem abaixo do telhado. A casa é rodeada por uma ampla área verde, onde grande diversidade de animais habitam o local, muitas vezes se ouve o canto dos pássaros e o barulho de um shishi-odoshi localizado num pequeno lago bem afrente da residência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   27/1/2017, 19:45


Treinamento
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .

Treinamento de Constituição Mental e Resistência

Como não encontrei nada na vila que me prendesse a minha atenção – todavia o motivo o qual me fez voltar até minha casa, não foi esse, e sim porque meus lanches acabaram. —  Já cheguei da Academia! – gritava visando o meu pai, no intento que ele notasse a minha presença. Passaram alguns segundos e não veio uma resposta, então fui procura-lo pelos cômodos da casa, mas eu não o encontrava em lugar algum. Provavelmente ele deu uma saída para fazer compras. Tomei a ausência dele como uma oportunidade para que eu possa treinar alguns fundamentos básicos e desenvolver algumas habilidades, uma vez que meu pai é deveras barulhento quando está em casa, o que é um entrave para a execução dos meus treinos. Tratei de me apressar, tendo em mente que ele poderia chegar a qualquer momento, então, apanhei alguns lanches e guloseimas e levei-os até o dojo da casa, onde seria realizado o treinamento.

Após pequena refeição, realizo um breve alongamento, com o intuito de deixar meus músculos relaxados, o que seria bom para a atividade que eu faria em seguida – treinamento mental mediante meditação – feito isso, me sento no tatame de pernas cruzadas – mantendo a espinha dorsal ereta – faço uma formação de mão que realizo sempre que quero me concentrar, e começo a meditar. Seguindo o meu método de etapas, fechei os olhos e fiquei um tempo quieto e silencioso, com o propósito de relaxar o meu corpo ao mesmo tempo em que eu me desfazia dos pensamentos fúteis e me focar no objetivo o qual eu queria alcançar por meio da meditação – que era aprimorar minha resistência e aplicação das atividades cerebrais em determinadas áreas. Feito isso, começo a me focar nos barulhos emitidos nos arredores da casa, mas que transpõe as paredes da mesma. O cantarolar dos pássaros e o barulho do shishi-odoshi batendo no solo. Tudo aquilo me ajudava na minha concentração e me induziam a um estado de serenidade profunda que me faziam pensar que meu corpo estava interagindo com aqueles sons de alguma maneira. Quando determinei que esta etapa houvesse acabado, parti para a seguinte, eis que eu comecei a respirar profundamente.  Eu inspirava profundamente, enchendo os meus pulmões de uma grande quantidade de ar, de maneira que envolvia meu diafragma, e em seguida eu expirava lentamente. Repeti esse procedimento por aproximadamente cinco minutos, visto que enquanto eu o fazia, também memorizava o tempo – o que também era um bom exercício de mente.  Para finalizar a meditação por hoje, segui à última fase.  Comecei agora a acalmar minha mente e tentar dissipar todos os pensamentos e assuntos que surgiam, similar ao processo feito na hora de dormir. Permanecendo neste estado, fiquei sonolento e acabei dormindo sentado acidentalmente. Por sorte, o despertador tocou e me fez despertar do transe.

Com a primeira parte dos treinamentos finalizada, parti para a segunda. Seria agora uma atividade prática a qual testaria e aperfeiçoaria a resistência do meu corpo – de alguma forma, ambos os treinamentos se tratavam de aprimorar a resistência, seja ela física ou mental. Aproveitando a disponibilidade de algumas barras de peso que o dojo oferecia, me deitei sobre o tatame e comecei a realizar movimentos verticais de cima para baixo que consistiam em empurrar para cima e depois abaixar a barra para repetir o processo.  Configurei o despertador para que ele se ativasse em cinco minutos, e durante esse tempo eu continuava executando esses movimentos de cima e embaixo. Meu intuito com esse treinamento não era fortalecer meus bíceps, e sim testar a resistência dos meus braços, além de saber por quanto tempo meus músculos iriam aguentar com tamanha força exercida sobre eles. Ao final dos minutos estipulados, meus braços estavam bem enfraquecidos e incapazes de continuar, a resistência deles ainda era baixa, mas creio que aquilo ajudou um pouco. Continuando o treino, resolvo provar agora a resistência das minhas pernas, mediante corridas leves, porém duradouras em volta da casa.  Agora eu não mediria os treinamentos por tempo decorrido, e sim pela quantidade de voltas que eu daria, sendo cem voltas o coeficiente. De início aqueles trotes não me faziam cansar e aparentavam ser bem fáceis, mas com o passar do tempo, comecei a sentir fortes dores nas pernas entre as voltas trinta e trinta e cinco. Era como se fosse uma maratona, uma vez que o ritmo lento não era o empecilho e sim o tempo que eu passava correndo. No final do dia, enfim consigo terminar o exercício, num estado bem cansado tendo os músculos tanto de perna quanto dos braços totalmente desgastados. O cansaço fora tanto que quase não consegui completar os exercícios e tive que voltar à minha cama rastejando no chão. Era uma prova de que minha resistência teria que ser muito trabalhada ainda, então, quando eu tivesse condições de treinamento novamente, eu iria fazê-lo.

Equipamentos:
 

HP:200/200 | CH: 200/200 | ST: 200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lautsavatar
Exibir perfil



Alcunha Garoto Demônio
Maior Atividade Maior Contribuição
Mestre do Genjutsu Mestre do Ninjutsu Mestre do Fūinjutsu Konoha | Chūnin
Mensagens : 4882
Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 16
Localização : Por ai *--*

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
345/950  (345/950)
Reputação Reputação: 13- Neutro
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   27/1/2017, 19:48

Treinamento Aprovado

+25 de Exp;
+1 Ponto em Constituição Mental;
+1 Ponto em Resistência.





- 7 Espadachins da Névoa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   28/1/2017, 18:30


Treinamento
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .

Treinamento de Resistência (+2)


Acordo um dia após o primeiro treinamento realizado depois de ter se tornado um Genin. Hoje, eu treinaria novamente para terminar o ciclo de treinos dessa semana, pois pretendo ir até o posto de missões pegar um trabalho qualquer para adquirir ryous necessários para a compra de pergaminhos de jutsu, armamento ninja e etc. Para isso, saio do dojo da casa, me dirigindo à parte externa da casa, o quintal. Minha intenção era realizar alguns treinamentos do lado de fora visando o aperfeiçoamento da minha resistência, o que é mais fácil ao ar livre.

Eu iria dar algumas voltas em torno daquela grande moradia – que mede aproximadamente 125 metros quadrados – o que em tese seria bem cansativo e demorado. Como eu buscava aperfeiçoar minha resistência do corpo como um todo, eu também iria contornar a casa andando também com os braços, ou seja, plantando bananeira.  Antes de começar de fato os exercícios, realizei breve alongamento seguido de um leve aquecimento com o intento de preparar os músculos para a atividade ao mesmo tempo em que previno eventuais contusões. Feito isso, começo a parada de mão deixando ambas as pernas eretas enquanto eu alongava meu tronco pra frente e em seguida apoiava as mãos bem firme no chão. Ao fazer isso, me apoio totalmente aos meus braços e levanto minhas pernas para cima, assumindo a posição perfeitamente reta e vertical após um tempo. Realizada tal posição, sinto uma forte pressão exercida sobre meus braços, e era justamente esse o meu intuito ao fazer essa atividade, aliando isso as voltas que eu daria. Começo a me movimentar lentamente para a realização das primeiras voltas devido ao meu grande peso descarregado em ambos os braços, o que apontava que eu demoraria muito para terminar as voltas estipuladas – vinte e cinco. De início, além do peso, um grande empecilho para a minha caminhada plantando bananeira foi a falta de equilíbrio que me fazia cair algumas vezes durante o trajeto. Todavia, á medida em que eu transitava, pude aprender uma maneira de me fixar e corrigir o desiquilíbrio, que era transferindo o peso para os dedos e não para os punhos e palmas – o que me propiciava a cair – além de unir as pernas, antes separadas para evitar que um lado ficasse mais pesado que o outro. Terminei a primeira volta em cerca de três minutos e ao final das vinte e cinco voltas, entorno de uma hora.

Terminei a primeira parte do treinamento quase não conseguindo atingir a meta, mas com muita persistência, consegui alcança-la. Ao fim da primeira parte do treinamento, caí no solo repentinamente devido as fortes dores e o desgasto físico proporcionado pelo intenso exercício.  O que me forçava a partir para a próxima etapa do treino de resistência, mais uma corrida, mas agora do modo convencional. As voltas decididas agora eram cinquenta. Para isso, eu corria no meu limite – cerca de 5 metros por segundo – para, além de forçar meu corpo ao extremo, ir o mais rápido que eu podia para finalizar a movimentação o quanto antes. Correndo nessa intensidade exigia e exercitava os meus músculos a ponto de deixa-los mais rígidos, convertendo um pouco das minhas calorias em gordura magra. A essa velocidade, eu podia contornar a casa, nas primeiras voltas, em poucos segundos, no entanto com o cansaço já acumulado com o do treinamento anterior culminava na desaceleração do ritmo o qual eu corria, e junto a isso, eu começava a sentir fortes dores nos músculos durante as voltas mais agudas e derradeiras do caminho. Meu grande peso típico do clã Akimichi também não ajudava nisso, muito pelo contrário. Mas, da mesma forma que o peso me fazia locomover-me mais devagar, em contrapartida causava uma tensão maior nos músculos os quais eu queria que ganhassem mais resistência.  Terminei a prova num ritmo bem distinto do apresentado inicialmente, com uma velocidade de aproximadamente 1m/s e quase sem fôlego. Eu contava mentalmente os contornos realizados e ‘’rezava’’ a cada um que eu completava. Mas ao final do dia, quando o sol era mais fraco, o que me ajudara de certa maneira. Pude atingir a meta depois de meia hora, mesmo com os músculos e articulações todas doloridas mas finalmente consegui.

Jogo-me no chão depois de alcançado o objetivo, e, mesmo ainda ofegante, recorro imediatamente à minha bolsa de lado, recolhendo um saco de batatas fritas para repor as calorias queimadas. Permaneço ali por algum tempo, até acabarem todos os pacotes de chips contidas na bolsa e em seguida me recolho para dentro da casa, a fim de descansar e repor as energias. As exercitações foram bem proveitosas, a mesma medida em que foi cansativo.  Minha ideia era voltar a dormir e só no dia seguinte reclamar alguma missão.

Equipamentos:
 

HP:200/200 | CH: 200/200 | ST: 200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Naokiavatar
Exibir perfil



Mestre do Ninjutsu Mestre do Iryō- Ninjutsu Kiri | Genin
Mensagens : 426
Data de inscrição : 22/11/2016
Idade : 19
Localização : Kirigakure

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
340/750  (340/750)
Reputação Reputação: 3 - Neutro
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   28/1/2017, 18:40

Treinamento Aprovado - @Shu Abaraji

+2 Resistência
+25 XP (105 >> 130)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   29/1/2017, 10:27


fat family
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .
Acordo, tomo um café da manhã reforçado, recolho alguns lanches e reabasteço a minha bolsa de lado. Saio de casa indo em direção à Zona Central, mais precisamente ao posto de missões.

Equipamentos:
 


HP: 400/400
CH: 200/200
ST: 200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   4/2/2017, 16:38


no pain no gain
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .

Treino de Força (+2) e Jutsu

Já com os pergaminhos de jutsus recém-comprados em mãos, eu chegava à minha casa. Desta vez, meu pai se fazia presente. Mas como eu não ia meditar nem treinar minha concentração – ao contrário – dirijo-me ao dojo da casa, onde havia novos equipamentos de academia e afins a minha espera.

Começo o treinamento comendo alguns pacotes de batata frita, cinco ao total – isso mesmo – pois uma alimentação rica em calorias é fundamental para um membro do Clã Akimichi como eu, pois convertemos nossa gordura em energia física. Feito isso, deito-me em um colchão posicionado acima de um banco, então pego uma barra de peso, antes apoiada sobre um suporte posto ao lado da cama. Deixo a barra totalmente para baixo, enquanto ela pressionava contra o meu corpo, então começo a levanta-la. No começo, estava difícil pelo fato da mesma ser muito pesado – aproximadamente trinta quilos – o que representava uma grande pressão exercida sobre os meus músculos, especialmente os músculos peitorais maiores e os de ambos os braços. Após uma repetição vertical de subir e descer por dez vezes, eu partia para outro exercício, fortalecer outras partes do corpo antes inexploradas.  Tendo isso em mente, eu apoiava a palma de ambas as mãos sobre o tatame, com os tornozelos flexionados, de maneira que os dedos do pé servissem como apoio. Assumindo tal posicionamento, eu começava a fazer flexões de braço, de maneira que erguendo meu tronco e estabilizando essa posição por alguns minutos e forçar ainda mais os músculos do bíceps e depois abaixar o tronco novamente, para então repetir o movimento por diversas vezes. Durante o procedimento, eu fazia algumas variações do exercício, tais como alternar qual braço iria me erguer, quando era um por vez, e, ao final dessa atividade, eu encontrava-me bem cansado, pois parei apenas quando não podia mais fazê-lo. Todavia a prática foi bem proveitosa, pelo fato de ter conseguido atingir um bom número de flexões mesmo com o meu peso contra os músculos.

— Vá fazer o que eu te pedi! – gritava o meu pai em algum outro cômodo da casa, justo quando eu estava descansando para recompor meus músculos. Pensando no trabalho doméstico designado pelo meu pai à mim, tomo isso como um oportunidade de treinamento, já que envolvia levantar coisas pesadas. Dirijo-me até um cômodo no qual havia alguns móveis os quais eu teria que leva-los à um outro cômodo longe dali. O primeiro que eu ia levantar, era uma estante de livros a qual havia uma portinha para cada compartimento, que possibilitava o deslocamento dessa mobília sem que o seu conteúdo caísse no chão. Ajoelho-me com as costas viradas na direção da estante, ‘’deitando’’ a mesma sobre as minhas costas, que por sua vez, eu inclinava-a para frente para servir como uma espécie de apoio para o móvel. Estabelecida uma posição de equilíbrio confiável, já que sem os cuidados necessários, eu estaria propenso a derrubar a estante, me dirijo a passos vagarosos ao quarto referido, pois levantar e se locomover com aquele peso nas costas, não exercitava apenas as costas, como também os braços que o sustentam, além das pernas. Sem contar que o quarto o qual eu estava rumando, era o mais afastado em relação ao o que eu estava o que me rendia ao menos dois minutos de caminhada por estar segurando algo tão pesado. Após despachar o primeiro móvel, eu voltava para buscar o segundo, que era um armário, esse eu segurava de frente, pressionando contra o meu corpo, de maneira que eu ficasse numa posição inclinada para trás, exercitando não só os braços e pernas como também como o dorso. Após leva-lo o seu destino, eu partia para o terceiro móvel, que era uma cama, a mais fácil e mais leve de se levar. Eu a levava de lado, debaixo do meu braço direito. E após isso tudo, eu descansava um pouco para treinar um dos jutsus dos pergaminhos.

Com o corpo revitalizado e pronto para mais exercícios, eu colocava o pergaminho sobre o tatame, abrindo-o em seguida e lendo sobre suas informações básicas para um melhor entendimento e assimilação da técnica. Aparentemente, era um taijutsu bem básico, que possuía uma variação que o permitia ser executado de duas maneiras, sendo a segunda mais poderosa – era o que resumia. Para este treinamento, eu iria utilizar alguns sacos de pancada pendurados ao teto por uma corrente. Sendo assim, eu dobrava meu braço direito, esticando e apontando o meu cotovelo e, ao admitir essa posição, eu ia correndo até o saco de pancada o mais rápido que eu podia para desferir uma cotovelada no seu acolchoado. — Ainda não está bom... – dizia, após tê-lo desferido o golpe. O saco de pancada foi empurrado para trás e ficou balançado verticalmente para trás e para frente por mais duas vezes. Pelo fato de ter feito atividades pesadas antes da aprendizagem do jutsu tenha atrapalhado a sua utilização. Quando senti que meu corpo estava totalmente recomposto, tomei uma distância maior do que a anterior e avancei em velocidade ao encontro do alvo, desferindo um golpe mais forte do que outrora. Tentei também dando as mãos uma à outra, para utilizar minha mão esquerda como suporte para maximizar o poder do taijutsu. Desferindo um golpe dessa maneira, foi muito mais devastador ao acolchoado do saco, além de forçar demasiadamente a corrente que o sustentava.
Jutsu tentado:
 
Pergaminho conseguido em:
 
Equipamentos:
 

HP: 400/400
CH: 200/200
ST: 200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lautsavatar
Exibir perfil



Alcunha Garoto Demônio
Maior Atividade Maior Contribuição
Mestre do Genjutsu Mestre do Ninjutsu Mestre do Fūinjutsu Konoha | Chūnin
Mensagens : 4882
Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 16
Localização : Por ai *--*

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
345/950  (345/950)
Reputação Reputação: 13- Neutro
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   4/2/2017, 17:42

Treinamento Aprovado

+25 de Exp; (já att)
+2 Pontos em Força;
[+] Jutsu Aprendido





- 7 Espadachins da Névoa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   5/2/2017, 18:38


no pain no gain
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .

Treino de Resistência e Força

Eu estava deitado na cama, os raios solares transpunham as janelas do meu quarto, percorrendo todo o chão do mesmo e chegando ao meu corpo, atingindo os meus olhos, forçando assim que eu acorde. O sol parecia estar bem forte hoje, em decorrência disso, levanto-me, tomo o café da manhã e vou para o quintal da casa treinar um pouco a minha resistência e força.

Começo as atividades realizando um leve alongamento seguido de um aquecimento da mesma natureza, com o intento de assim prevenir eventuais lesões no decorrer dos exercícios. Feito isso, começo a correr o mais rápido que eu podia. Minha atividade consistia em dar voltas largas no entorno da minha residência, exigindo assim mais dos meus músculos em relação ao que exigiria uma volta comum. Cada volta era contabilizada no instante em que eu ultrapassava o espaço inicial o qual eu comecei a corrida. Meu intento com essa corrida não era aprimorar minha velocidade, mas sim a minha resistência, pois eu estava reproduzindo uma maratona de proporções reduzidas, pois minha meta era dar sessenta voltas entorno da casa – dez a mais do que a última vez em que eu fiz esse exercício – e como numa maratona comum, o calor é elemento atuante, uma vez que na primavera de Konoha, há um sol escaldante. Não pude cumprir uma das minhas metas que eu tinha imposto a mim mesmo, pois o calor aliado aos ventos quentes que passavam naquela região me fazia soar automaticamente, deixando-me desidratado e, como consequência disso, cansado. Minha estimativa, tendo em conta que eu iria manter meu ritmo durante o trajeto era de terminar a prova dentro de pouco mais de um minuto, mas como eu não pude fazê-lo, eu iria demorar muito mais que isso. A cada volta que eu dava, meus músculos doíam gradativamente, eles estavam no seu limite por volta da volta de número quarenta, provando que eu ainda teria que treinar a resistência dos mesmos muito mais. Os que mais doíam eram os de ambas as pernas,  abdômen e braços, estes últimos por causa do movimento vertical de trás e frente que acontecia constantemente a medida que eu corria. O estresse nos músculos foi de tal maneira que eu tive que completar realização das voltas caminhando, mas mesmo assim minha musculatura ainda estava dolorida.

Terminado o treino de resistência, eu pretendia realizar alguns treinamentos de força nas pernas, mas como elas estavam nesse estado, foquei o treinamento de força apenas aos braços. Retomei as atividades com o aparelho de barra fixa, para usar o meu grande peso a favor. Abaixando-me para ganhar impulso, eu pulava bem alto para alcançar a barra, colocando as palmas sobre a mesma, e depois a segurando bem fixamente, erguendo-o levemente meu corpo, eu ficava pendurada à mesma, e assim eu permanecia por um tempo, para atingir o equilíbrio que eu queria. Fazendo isso, eu forçava meus braços, usando-os para levantar meu corpo ainda mais, em direção à barra, de tal maneira que meu queixo ficasse a uma altura acima do topo da barra, enquanto eu cruzava os meus pés atrás de mim para mantê-los acima do chão. Após isso, eu cessava um pouco da energia usada nos meus braços para manter meu corpo suspenso, fazendo com que meu corpo abaixasse, para que eu possa realizar o movimento mais e mais vezes até a exaustão dos mesmos. Realizando esse movimento repetidamente por vinte vezes, eram visíveis as contrações feitas pelos meus braços, que por sua vez se dilatavam e as veias presentes naquela região ficavam expostas e pulsando, quando isso aconteceu, ambos os braços tomaram um aspecto vermelho de sangue e eu não era mais capaz de sustentar meu corpo.  Isso ficou aparente quando eu despenquei daquela altura simplesmente por não ter mais a força precisa para manter-me. Era o fim dos treinamentos por hoje.

Equipamentos:
 

HP: 400/400
CH: 200/200
ST: 200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mugen'avatar
Exibir perfil



Avaliações mais Imparciais Maior Atividade
Mestre do Ninjutsu Mestre do Fūinjutsu Kumo | Genin
Mensagens : 1100
Data de inscrição : 16/02/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
165/850  (165/850)
Reputação Reputação: +19 - Neutro
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   6/2/2017, 13:19

Treinamento sucedido
+ 1 Resistência
+ 1 Força
+ 25XP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   6/2/2017, 13:40


the fattest
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .
Acordava, me arrumava pondo minhas roupas de costume, tomava um café da manhã e retirava-me de minha casa, eu estaria a ir a passear pela vila a procura de algo que pudesse prender a minha atenção.

Equipamentos:
 

HP: 400/400
CH: 200/200
ST: 400/400
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   9/2/2017, 21:16


arms and legs
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .

Treino de Controle de Chakra (+2)

Chegava à minha casa com o pergaminho do Hijutsu do Clã Akimichi em mãos, eu estava muito animado para treina-lo, além de treinar também a minha manipulação de chakra, afinal tal jutsu trata-se de um Ninjutsu, e eu deveria estar preparado para ele. Largo minhas coisas num canto do meu quarto e vou correndo para o quintal, mais precisamente num lugar perto do lago, devido a sua tranquilidade.

Sentando no gramado, assumindo a posição de lótus, eu iniciava o treinamento. Eu começava moldando as duas energias presentes em meu corpo, a física – presente em cada célula do meu corpo – e a espiritual – adquirida no exercício e experiência. Após modelar a unir essas duas forças essenciais, era criado, no interior do meu corpo, o chakra. Depois de terminada a primeira e mais básica das etapas, contido inicialmente nas chamadas ‘’bobinas de chakra’’ ele era rapidamente canalizado e atribuído às diferentes áreas do corpo, por meio do sistema circulatório de chakra. Criado e distribuído o chakra, eu ainda não o tinha manuseado,  talvez sim, mas de maneira passiva, agora eu queria controla-lo ativamente. Para isso, eu optaria por seguir o método simples e ao mesmo tempo produtivo de concentração de chakra em determinadas áreas do corpo, uma vez que quando uma parte do corpo recebe uma parcela xis de chakra, a mesma fica mais forte, veloz e coisas do tipo – ao menos é assim na teoria. Para esse exercício, eu concentraria uma grande parte do meu chakra em meu braço direito. Executando tal processo, era possível perceber aquelas correntes de chakra percorrendo toda a extensão do sistema circulatório, sendo destinadas ao meu braço. Completado o processo, meu braço aparentava estar mais fácil do que antes, e para me certificar disso, desferi um soco de mão aberta no chão, criando um pequeno buraco no mesmo – mais do que eu normalmente conseguiria – e para completar o experimento, eu me levantava e em seguida apoiava o braço direito no chão, depois recolhendo as pernas e as virando para cima, fazendo uma parada de mão com apenas um braço. Eu nem sentia o cansaço, poderia ficar ali por mais algumas horas.  Terminei essa primeira atividade convergindo meu chakra à ambas as pernas, me possibilitando correr mais rápido do que outrora. Ao final desse processo, concluo que concentrar chakra em membros inferiores e superiores pode ser importante até mesmo na utilização dos meus Taijutsus, tanto para aumentar minha força, quanto para compensar minha pouca velocidade ou para pular mais alto.

Para completar as atividades por hoje, sentei-me novamente na grama, mas agora para meditar. No entanto, tal mediação seria feita não para fortalecer meu pensamento lógico ou para fortificar minhas defesas contra os genjutsus, mas sim no intento de aprimorar e fortalecer minha energia espiritual, sendo esta uma dentre dois componentes do chakra. Já meditando, eu o faria de uma maneira diferente, além de ficar assentado na habitual posição de lótus, esvaziar a mente, e me centrar no objetivo pré-determinado, seria feito juntamente a concentração do meu chakra. Na verdade, eu reuniria primeiramente a energia física num determinado ponto do meu corpo, localizado perto do meu coração, e iria conseguindo energia espiritual a medida que eu iria executando o procedimento. Tal meditação específica pois o principal fator que me dificulta na criação do chakra é justamente a reunião de energia espiritual. Realizando este objetivo, eu conseguia obter essa matéria prima gradativamente, de maneira que eu nunca vi antes, a maior quantidade de chakra presenciada por mim até então, o qual percorria as vias de chakra com enorme pressão e velocidade, criando um manto azul em minha volta, era como se eu estivesse praticamente exalando chakra pelos poros. Terminando a meditação, eu entrava na água durante a ocorrência do manto, e, parte da água do lago era expelida para fora do mesmo devido ao movimento rotatório anti-horário realizado juntamente ao manto.

Após o termino do treino de fundamentos básicos, saio do lago indo em direção ao interior da minha casa, mais precisamente ao meu quarto. De lá eu recolhia o pergaminho de jutsu Akimichi, pois eu me sentia preparado para aprendê-lo. Pondo-o sobre o chão e estendendo-o para a visualização das suas informações básicas, meus olhos viravam de um lado para o outro por toda a amplitude daquele papiro, recolhendo as noções contidas no mesmo. O jutsu consistia basicamente em expandir alguma parte do corpo após concentrar meu Chakra na mesma. Após o período de leitura e assimilação do jutsu, eu me levantava para começar de fato o seu treinamento. Começo concentrando meu chakra na minha perna esquerda, mas era mais do mesmo que aconteceu durante meu treinamento de controle de chakra, basicamente a perna ficou mais forte fisicamente, apenas. Tendo a primeira tentativa fracassada, resolvi mudar o modo que eu o fazia. Agora, eu concentrava novamente meu chakra naquela mesma perna, só que agora no sentido de incha-la e expandi-la. Minha perna então, se ampliou abruptamente, como descrevia um dos trechos do pergaminho. Eu esperava a ocorrência disso mas não tão repentinamente. Realizei então o método em outras partes do corpo. — Bubun Baika no Jutsu! – dizia antes da execução da técnica. — Braço! – recitava o nome do membro envolvido enquanto o usava. Cada membro expandido, crescia cerca de dez metros para frente, além de ficar mais forte, resistente e consequentemente ficar mais pesado. Isso ficou constatado devido um golpe desferido em uma das árvores situadas nos arredores da minha casa, sendo que dando um soco lateral da direita pra esquerda, quebrando o seu tronco e a derrubando para o lado. Inicialmente era difícil locomover as partes maximizadas, mas após alguns minutos realizando o jutsu nas mais variadas áreas do corpo, acabo atingindo a desenvoltura necessária para fazer um bom uso do jutsu. Após ter aprendido o jutsu, entro pra casa para descansar um pouco do treinamento.

Jutsu pretendido:
 
Pergaminho conseguido em:
 
Equipamentos:
 
Shu Abaraji:
HP: 400/400
CH: 200/200
ST: 400/400
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   10/2/2017, 10:13

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lautsavatar
Exibir perfil



Alcunha Garoto Demônio
Maior Atividade Maior Contribuição
Mestre do Genjutsu Mestre do Ninjutsu Mestre do Fūinjutsu Konoha | Chūnin
Mensagens : 4882
Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 16
Localização : Por ai *--*

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
345/950  (345/950)
Reputação Reputação: 13- Neutro
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   10/2/2017, 12:53

Treinamento Aprovado

+25 de Exp (já atualizado);
+2 Pontos em Controle de Chakra;
[+] Jutsu Aprendido





- 7 Espadachins da Névoa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   10/2/2017, 18:45


the office
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .
Acordava, arrumava-me vestindo minhas roupas costumeira, como alguns doces e saio de cas. Fazia algum tempo que eu não fazia alguma missão, e, agora que eu havia ficado consideravelmente mais forte do que em outrora, seria mais fácil completar uma missão, talvez mais difícil do que a anterior. Tendo isso em vista, ando calmamente indo em direção ao posto de missões.
Equipamentos:
 
Shu Abaraji:
HP: 400/400
CH: 400/400
ST: 400/400
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   12/2/2017, 12:15


bohemian rhapsody
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .

Treino de Força, Resistência e Jutsu

Era um belo dia, acordo graças aos sons reconfortantes dos pássaros que habitam aquelas redondezas aliado ao som do shishi-odoshi batendo no solo. Ficou decidido que hoje eu iria treinar, para fechar a programação semanal de treinamentos para na próxima semana treinar junto a algum mestre, uma vez que treinamentos desse aspecto são mais produtivos e divertidos. Após encerrar os preparativos do treinamento, dirijo-me ao dojo da casa para fazê-lo.

Começo as atividades com um treinamento de fortalecimento físico. Havia um peso de academia, de aproximadamente 50kg, disposto sobre o tatame – com ele, eu iria realizar o exercício de levantamento chamando ‘’levantamento terra’’. Ficando à frente da barra, flexiono os joelhos para possibilitar o alcance dos meus braços à mesma na hora de abaixar-me, e, segurando-a com as duas mãos bem firmes, começo a puxa-la para cima reunindo toda força que eu havia. O diferencial desse levantamento de peso para os outros está no fato de eu ter que me abaixar para pega-lo, o que exige mais dos músculos treinados – nesse caso bíceps, abdômen e panturrilha – bem mais em relação ao levantamento de um peso preso à algum suporte. Levantando tal peso da primeira vez, foi deveras difícil para me adaptar a aquela força exercida sobre os meus músculos, sobretudo os mais braços. Porém, consigo, em meio a esse processo, assumir uma posição que me permitia um melhor equilíbrio, afora conseguir levantar o objeto com mais facilidade. Fazendo movimentos verticais para cima e para baixo – assim recomeçando o exercício – pude realiza-lo por oito vezes, foi o máximo que consegui antes de meus músculos falharem. Ao fim desse treino de força, os pesos que antes estavam sendo sustentados pelos meus braços, despencam em cheio no tatame devido ao cansaço dos mesmos.

Para terminar os treinamentos físicos por hoje, agora era a hora de um treinamento de resistência. Para isso,  eu começaria pulando corda. Além de ser uma boa preparação para a atividade que a sucederia, também se trata de um treino muito produtivo e cansativo. Minha meta era alcançar cinquenta repetições, e, à medida que eu conseguia avançar a contagem, eu pronunciava o número alcançado até então. — 45, 46, 47, 48, 49, 50! – dizia, ao terminar de pular corda. Enquanto eu pulava corda, eu aumentava o ritmo da execução da mesma, uma vez que quanto mais rápido fosse, mais os músculos seriam exigidos. Para terminar, agora era a hora de fazer algumas flexões. Porém, o diferencial dessas flexões seria a velocidade a qual as mesmas seriam feitas. Rapidamente eu me deitava no chão e começava a fazer movimento de cima e embaixo incessante e duradouro. Ao final, Despenco no chão depois de realizar 15 repetições – menos do que eu conseguiria no método convencional. Isso se deve a velocidade a qual foi feito o exercício, que na verdade tinha esse mesmo intento, de realizar esses exercícios curtos, porém intensos, exigindo demais a resistência muscular.

Depois de um período de descanso para a revitalização dos músculos, resolvo, finalmente treinar um jutsu o qual eu havia comprado seu pergaminho a muito tempo. Como eu iria treinar Taijutsu junto a um famoso mestre de Konoha, eu não queria ir pra lá ‘’de mãos vazias’’ por isso o treinamento de tal técnica. Recolhendo o pergaminho, eu o colocava e estendia sobre o tatame, para a leitura das informações necessárias para o seu aprendizado. Tendo tudo assimilado, parto então para a parte prática, e, após guardar o pergaminho de volta, eu a começo. Começo tomando uma grande distância do saco de pancadas – que por sua vez me auxiliaria nesse jutsu – e então parto em alta velocidade ao seu encontro, e, chegando lá, eu começava a desferir uma série de golpes, alternando entre socos e chutes, configurando uma escolha aleatória e imprevisível aos golpes, o que poderia ser útil a mim numa situação de batalha. Repetindo tais movimentos mais duas vezes além dessa, para aperfeiçoá-la, eu conseguia dominar a técnica com maestria – uma vez que na primeira vez eu não consegui investir força o suficiente, na segunda meus movimentos foram lentos demais, todavia na terceira, pude aliar essas duas características.

Jutsu Pretendido:
 
Pergaminho conseguido em:
 
Equipamentos:
 
Shu Abaraji:
HP: 400/400
CH: 400/400
ST: 400/400
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GEHENAavatar
Exibir perfil



Narrações mais Envolventes Maior Atividade
Mestre do Ninjutsu Mestre do Kekkai-Ninjutsu Kiri | Chūnin
Mensagens : 1573
Data de inscrição : 08/06/2016
Idade : 19
Localização : Dimensão espelhada

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
410/950  (410/950)
Reputação Reputação: 31 - Purista
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   12/2/2017, 12:20

Treinamento Aprovado

+25 de Exp
+ 1 Ponto em força;
+ 1 Ponto em resistência
[+] Jutsu Aprendido; Lembre-se de retirar a estamina utilizada pela técnica.



Lembra-te que és mortal!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   12/2/2017, 13:11


bohemian rhapsody
Life goes on, it gets so heavy. The wheel breaks the butterfly .
Após o termino do treino, mudo de ideia sobre o treinamento com o mestre, eu queria fazê-lo o quanto antes, aproveitando o meu entusiasmo. Tendo isso em mente, me arrumo vestindo as vestes costumeiras e saio de casa.
Equipamentos:
 
Shu Abaraji:
HP: 400/400
CH: 400/400
ST: 350/400
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shu Abarajiavatar
Exibir perfil



Konoha | Genin
Mensagens : 67
Data de inscrição : 24/01/2017

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
20/350  (20/350)
Reputação Reputação: +2
MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   17/2/2017, 12:35

Após alguns minutos de caminhada, que me deixaram mais cansados em relação ao que eu estava depois de ter concluído o treinamento, chegava à minha casa, meu lar doce lar. Jogo minha pochete e bolsa de lado em algum lugar do meu quarto, tiro minha camisa, e me jogo em minha cama. Eu estava tão cansado que, daquele jeito, só com um bom sono eu estaria revitalizado novamente.

Consideração
- Dormindo.

Shu Abaraji:
HP: 390/400
CH: 400/400
ST: 50/600
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado
Exibir perfil



MensagemAssunto: Re: [Residência] Shu Abaraji   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Residência] Shu Abaraji
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Survival 4.0 :: País do Fogo :: Konohagakure no Sato :: Centro Residencial-
Ir para: