Naruto Survival 4.1
Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» País do Trovão x País da Geada
Hoje à(s) 09:06 por Wa_Shiranai

» Academia Ninja de Konoha
Hoje à(s) 03:37 por Survival

» Parque Senju
Hoje à(s) 03:33 por Survival

» Parque Memorial
Hoje à(s) 03:21 por Survival

» Academia Ninja de Kiri
Hoje à(s) 03:16 por Survival

» {Criações} Ichiro
Hoje à(s) 02:45 por Hatori Ayako

» Posto de Atribuição de Missões
Hoje à(s) 02:38 por Hatori Ayako

» [Criações] Chris
Hoje à(s) 02:18 por Hatori Ayako

» Pedido de Elemento e Tipo Sanguíneo
Hoje à(s) 01:57 por Survival

» Portões de Konoha
Hoje à(s) 00:41 por Yahiko

» Florestas e Bosques
Hoje à(s) 00:33 por Yahiko

» Primeiro Campo de Treinamento
Ontem à(s) 23:19 por Chris17

» Banco de Atualizações Gerais
Ontem à(s) 23:00 por Lauts

» Monte Myōboku
Ontem à(s) 22:59 por Fiora

» Mansão Hyūga
Ontem à(s) 22:40 por Juuzou

Acesso Rápido
Quem está conectado
4 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 1 Visitante :: 1 Motor de busca

Hatake Iori, Kamizuru Kei, Wa_Shiranai

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 39 em 2/10/2016, 21:50
Calendário do RPG
Primavera

Estação: Primavera
Ano: X020
Procurados
Parceiros
http://pt-br.naruto.wikia.com/wiki/Wiki_Naruto
RPG - Hogwarts SchoolFórum grátisShinki RPGPokéMytushttp://www.heroisdoolimporpg.com/Pokémon Agenda RPGhttp://poke-mythical.forumeiros.com/http://narutorpgakatsuki.com.br/

Nosso Banner









mensagens recentes
ambientação


novidades
00/00
Novidade número um,
00/00
Novidade número dois,
00/00
Novidade número três,
00/00
Novidade número quatro,
00/00
Novidade número cinco,
00/00
Novidade número seis,
00/00
Novidade número sete,,
00/00
Novidade número oito,
00/00
Novidade número nove,
00/00
Novidade número dez,
00/00
Novidade número onze,
00/00
Novidade numero doze,
acesso rápido

Residência - Corey

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Residência - Corey

MensagemPostado por Coyote em 6/3/2016, 18:32


Residência dos Uchiha


A casa tem a aparência de um chalé, com pilares expostos feitos de carvalho e uma pequena escadaria de pedra que leva até a entrada da mesma que é feita também de carvalho. As paredes tem coloração esbranquiçada com detalhes em azul e vermelho, ao lado da porta há um simbolo dos uchiha. 


Sala
Contém um grande sofá vermelho alinhado de uma mesa de vidro onde porta um pequeno vaso de flores, abaixo há um carpete azul alinhado a TV Tubão que tínhamos, muito tecnólogica pra época, na parede há varios quadros sobre minha família e um candelabro no centro da sala, a mesma é grande e dá ligação a todos os outros cômodos.


Quartos
Quarto dos meus pais -> As paredes são todas de coloração azul, onde uma cama de casal bem grande ocupa grande parte do cômodo, aos dois lados há duas cabiceiras que apoiam dois bajoures e um armário perto da porta.


Meu quarto -> As paredes são todas de coloração azul novamente, uma cama de solteiro com o emblema de nosso clã estampado sobre o cobertor se localiza ao centro, um armário com todas as minhas roupas logo ao lado, e uma cabiceira de cama ao outro lado apoiando uma Kunai apenas para segurança e um quadro com uma foto minha quando era pequeno, acertando com uma velha kunai o boneco de madeira que há em nosso quintal.


Cozinha
Toda a parede é revestida de ladrilhos brancos, uma geladeira pequena de cor azul e um fogão caracterizam os maiores objetos da cozinha. Nas paredes há diversos cabinetes com acessórios e comida, também há um preserva-talheres ao lado de uma torradeira.


Banheiro
Um pequeno cômodo, revestido novamente de ladrilhos brancos com uma pia para lavar as mãos, um cabinete com a porta de vidro recheado de pasta de dente entre outros itens de limpeza e um simples box para tomar banho.


Quintal
Um extenso quintal com um belo gramado verde, uma árvore com um balanço e um alvo logo acima, um boneco de treino mais ao canto da residência e um pequeno lago artificial no centro caracterizam o quintal.



Ora, ora, ora. Oque temos aqui? Um pequeno carneirinho tentando fugir.
Ficha
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Coyote em 6/3/2016, 18:38


Breve Descanso


Em passos sonolentos eu subia degrau por degrau a escadaria que me levava até a entrada de casa, abrindo-a com um pouco de pressa. Não havia ninguém na sala quando entrei, então, continuei cambaleando em direção de meu quarto... Quase arrombando a porta adentrei o comodo, desabando sobre a mesma.


HP: 200 CH: 200 ST: 200



Ora, ora, ora. Oque temos aqui? Um pequeno carneirinho tentando fugir.
Ficha
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Coyote em 6/3/2016, 19:24


Voltando a Ativa


Após o sono que tive, meus olhos voltaram a abrir. Revigorado, avançei em direção da porta de meu quarto com pressa a abrindo - Estou saindo - Avisei para meus pais que se encontravam no quarto logo do lado, logo saí pela porta da frente novamente com pressa.



Ora, ora, ora. Oque temos aqui? Um pequeno carneirinho tentando fugir.
Ficha
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Coyote em 7/3/2016, 14:55


Aquele que superará os gigantes
Treinamento de Força e Resistência.



O dia raiava mais uma vez, o sol sobrepujava o esplendor da Lua dando lugar a seus raios ensolarados que iluminavam todo o mundo Ninja, mais uma vez - Oh droga, já está de manhã? - Me perguntava, havia acabado de acordar devido o sol que preenchia meus olhos - Hum... É, acho que é melhor eu treinar mesmo. - Comentei, antes de levantar-me da cama. Apressado, tudo que fiz foi vestir meu manto presenteado por mim em meu rito de passagem pelos Uchiha.

Após o ato, abri a porta de meu quarto em um rápido ritmo, que o levei em conta até finalmente ter contato com o quintal de minha casa. Vi o extenso gramado parecer me conduzir até o boneco de treinos que tínhamos em casa... Era simples, feito de feno com algumas espécies de alvos por todo o corpo. Não titubiei contra a vontade da natureza (ironia) e assim prossegui até o utilitário, empolgado para espancá-lo até a morte. Frente-a-frente com o mesmo, já estava na hora de começar.

Minha perna direita, logo fará um rápido de levitar na direção da face de meu oponente, acertando-o com força. Pelo fato de eu propositalmente ter usado a sola, utilizei da ''face'' do boneco como apoio para saltar em um mortal para trás, fazendo uma dura aterrizagem com ambas as pernas. Logo, novamente, avancei até o mesmo com meus punhos cerrados aplicando-lhe um poderoso soco de direita em seu abdome, que em contato função do impacto espalharia diversas fagulhas de feno pelo local.

Não me importei muito com aquilo de momento, prosseguindo com meu frenético ritmo contra o boneco... Logo após o golpe meu punho oposto, o esquerdo, meu intuito era prosseguir a sequência com um poderoso golpe no queixo do mesmo, e assim o fiz. Novamente as fagulhas de feno se espalharam, junto de meu suor. O sol estava ligeiramente forte naquela manhã, mas nada muito preocupante para quem NÃO estava fazendo exercícios físicos.

Dei alguns passos para trás após meu último golpe, apenas para me preparar para novamente continuar o contínuo espancamento do boneco - Hurf... Hurf... É patético como não consigo resistir a um simples sol. - Me decepcionava cada vez mais comigo mesmo, mas decidi prosseguir não importando as circunstâncias, mesmo meu estado atual ser extremamente exausto, novamente maratonei em direção de meu inimigo, meus braços já demonstravam suas veias devido ao esforço.

Me aproximei cada vez mais do tal, eis que, já proximo o suficiente começo a dar diversos socos no boneco em frenesi, sem parar uma única fez. Durante os golpes, diversas fagulhas de feno começavam a voar descontroladas, e góticulas de suor pareciam sair de mim descontroladamente. Eram tantos golpes que chegavam ao ponto de que eu nem sentia mais minhas mãos direito. Após mais ou menos 100 golpes, eu estava ajoelhado diante o boneco. O mesmo tinha um grande rombo na localização de meus golpes consecutivos, enquanto pilhas de feno se localizavam por toda nossa região. Ambos os meus palmos demonstravam cortes por toda sua superfície, nada muito grave... Algo que iria passar com o tempo, junto do fato de veias estarem espostas por toda a região de meu braço - Acho que passei dos limites... - Comentei, logo após me levantando com dificuldades do solo e me preparando para ir tomar um banho.

Palavras: 558



Ora, ora, ora. Oque temos aqui? Um pequeno carneirinho tentando fugir.
Ficha
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Survival em 7/3/2016, 16:51


Negado

Seu treino começou a realmente contar a partir deste momento: "Minha perna direita, logo fará um rápido de levitar na direção da face de meu oponente (...)". Dessa forma não atingiu o limite mínimo de palavras necessárias.
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Coyote em 7/3/2016, 18:08


Aquele que superará os gigantes
Treinamento de Força Resistência.



O dia raiava mais uma vez, o sol sobrepujava o esplendor da Lua dando lugar a seus raios ensolarados que iluminavam todo o mundo Ninja, mais uma vez - Oh droga, já está de manhã? - Me perguntava, havia acabado de acordar devido o sol que preenchia meus olhos - Hum... É, acho que é melhor eu treinar mesmo. - Comentei, antes de levantar-me da cama. Apressado, tudo que fiz foi vestir meu manto presenteado por mim em meu rito de passagem pelos Uchiha.
Após o ato, abri a porta de meu quarto em um rápido ritmo, que o levei em conta até finalmente ter contato com o quintal de minha casa. Vi o extenso gramado parecer me conduzir até o boneco de treinos que tínhamos em casa... Era simples, feito de feno com algumas espécies de alvos por todo o corpo. Não titubiei contra a vontade da natureza (ironia) e assim prossegui até o utilitário, empolgado para espancá-lo até a morte. Frente-a-frente com o mesmo, já estava na hora de começar.
Minha perna direita, logo fará um rápido de levitar na direção da face de meu oponente, acertando-o com força. Pelo fato de eu propositalmente ter usado a sola, utilizei da ''face'' do boneco como apoio para saltar em um mortal para trás, fazendo uma dura aterrizagem com ambas as pernas. Logo, novamente, avancei até o mesmo com meus punhos cerrados aplicando-lhe um poderoso soco de direita em seu abdome, que em contato função do impacto espalharia diversas fagulhas de feno pelo local.

Eu vi a cena e continuei com meus golpes. Minha perna esquerda agora avançava contra o torax do boneco causando um grande impacto devido ao golpe, que fora um potente chute... Eu mantia meu equílibrio quase perfeitamente na distribuição de meus chutes, oque faria um curtíssimo intervalo de tempo entre os mesmos. Continuei com diversos golpes contra ombro, joelho, era um vendaval eterno de chutes... Aproveitando do estilo que eu treinava tais golpes, dei um rápido salto ao ar ficando um tanto quanto acima do boneco de treinamento, descendo com minha perna até seu rosto que seria praticamente desfeito ao impacto, fazendo ainda mais fagulhas de feno voarem.
Não me importei muito com aquilo de momento, prosseguindo com meu frenético ritmo contra o boneco... Logo após o golpe meu punho oposto, o esquerdo, meu intuito era prosseguir a sequência com um poderoso golpe no queixo do mesmo, e assim o fiz. Novamente as fagulhas de feno se espalharam, junto de meu suor. O sol estava ligeiramente forte naquela manhã, mas nada muito preocupante para quem NÃO estava fazendo exercícios físicos.
Dei alguns passos para trás após meu último golpe, apenas para me preparar para novamente continuar o contínuo espancamento do boneco - Hurf... Hurf... É patético como não consigo resistir a um simples sol. - Me decepcionava cada vez mais comigo mesmo, mas decidi prosseguir não importando as circunstâncias, mesmo meu estado atual ser extremamente exausto, novamente maratonei em direção de meu inimigo, meus braços já demonstravam suas veias devido ao esforço.
Me aproximei cada vez mais do tal, eis que, já proximo o suficiente começo a dar diversos socos no boneco em frenesi, sem parar uma única fez. Durante os golpes, diversas fagulhas de feno começavam a voar descontroladas, e góticulas de suor pareciam sair de mim descontroladamente. Eram tantos golpes que chegavam ao ponto de que eu nem sentia mais minhas mãos direito. Após mais ou menos 100 golpes, eu estava ajoelhado diante o boneco. O mesmo tinha um grande rombo na localização de meus golpes consecutivos, enquanto pilhas de feno se localizavam por toda nossa região. Ambos os meus palmos demonstravam cortes por toda sua superfície, nada muito grave... Algo que iria passar com o tempo, junto do fato de veias estarem espostas por toda a região de meu braço - Acho que passei dos limites... - Comentei, logo após me levantando com dificuldades do solo e me preparando para ir tomar um banho.



Ora, ora, ora. Oque temos aqui? Um pequeno carneirinho tentando fugir.
Ficha
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Survival em 7/3/2016, 18:32


O treino abrangeu um vocabulário interessante, tornando a leitura bem agradável. Contudo, seu método de treinamento foi praticamente falho, treinar força requer mais do que simples socos e chutes, ela exige que cada músculo seja pressionado com mais potencia do que o habitual, somente assim o desempenho muscular fica aparente.

Sua área que mais demonstrou evolução neste processo, no entanto, foi a resistência. Treinando em baixo do sol a pino e exigindo intervalos curtos de respiração entre uma sequência e outra pode-se dizer que obteve um bom resultado. Peço que atente-se aos métodos de treino como os de jogadores de futebol, assim terá um desempenho mais rentável na próxima vez.

Aprovado

+1 em Força;
+1 em Resistência;
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Residência - Corey

MensagemPostado por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum