Naruto Survival 4.0



 
CalendárioInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» [Criações] Senju Sayuri
por Survival Hoje à(s) 16:21

» Pedido de Elemento e Tipo Sanguíneo
por Survival Hoje à(s) 16:18

» [Criações] Hatake Iori II
por Survival Hoje à(s) 15:50

» [Criações] Lauts 2.0
por Survival Hoje à(s) 15:36

» Primeiro Campo de Treinamento
por Otirra Shõto Hoje à(s) 15:31

» [Criações] Freed
por Survival Hoje à(s) 15:29

» País do Fogo x País das Fontes Termais
por Matsumoto Ichiro Hoje à(s) 15:08

» Monumento Hokage
por Senju Sayuri Hoje à(s) 14:55

» Avenida Principal do Centro Comercial
por Matsumoto Ichiro Hoje à(s) 14:42

Acesso Rápido
Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 39 em 2/10/2016, 21:50
Calendário do RPG
Primavera

Estação: Primavera
Ano: X020
Procurados
Parceiros
http://pt-br.naruto.wikia.com/wiki/Wiki_Naruto
RPG - Hogwarts SchoolFórum grátisShinki RPGPokéMytushttp://www.heroisdoolimporpg.com/Pokémon Agenda RPGhttp://poke-mythical.forumeiros.com/http://narutorpgakatsuki.com.br/

Nosso Banner









Tópicos similares

Compartilhe | 
 

 Orfanato Kurama

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Survivalavatar
Exibir perfil



Mensagens : 5618
Data de inscrição : 06/12/2014
Localização : Naruto Survival

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Orfanato Kurama   10/4/2016, 03:01




Orfanato Kurama

O Orfanato Kurama acolhe não só os membros do clã, como também crianças de todo o mundo shinobi que de uma maneira ou outra vem parar aqui buscando refúgio. Antigamente, a instituição surgiu com a necessidade de adotar os membros do clã Kurama que eram abandonados por seus pais após o nascimento, com medo de que estes fossem ser consumidos pelo espírito demônio da do clã, uma Kekkei Genkai que aparece em único hospedeiro de cada geração. As responsáveis pelo local passaram a adotar essas crianças com base num sistema pedagógico que visava preencher o vazio em seus corações, além de, secretamente, ser um meio de controlar o possível demônio que em nelas poderia surgir.

A mansão é repartida em diversas sub-divisões, como dormitórios, refeitórios, salas de estudo e biblioteca. Nesta última, é possível encontrar uma ala especial voltada unicamente para os membros do clã, nela é possível encontrar uma prateleira com ínumeros pergaminhos dotados das técnicas secretas dos Kurama:

Mestre de treinamento:
Citação :

Nome: Irmã Yohanda
Especialização: Genjutsu (Jutsu), Dōjutsu (Jutsu)

Jutsus:
 


Última edição por Survival em 8/11/2016, 10:11, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto-survival.forumeiros.com
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   10/4/2016, 18:44



Constituição Mental




Já havia um tempo que algo me deixa intrigado, desde que quando eu era criança ouvia algumas pessoas falando de uma tal de Kekkei Genkai que poderia aumentar em grande quantidade as habilidades de genjutsu para aqueles do clã kurama. Mas era somente isso que eu sabia, eu queria mais informações, queria saber como faço para obter tau habilidade, como funcionava tudo aquilo me deixa muito curioso. Eu sabia a onde eu poderia ir para buscar tais informações, em Iwa havia um orfanato muito conhecido o "Orfanto Kurama", crianças seja de nosso clã ou não eram abrigadas lá, e aqueles que cuidavam do local era membros do clã kurama, então esperava que alguém lá soubesse de algo. Chegava até o local, era muito grande e amplo com espaço para todas as crianças, me localizava frente a porta e batia nela trés vezes e ficava lá aguardando ser atendido.



Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   10/4/2016, 20:05

@Uta' escreveu:


Orfanato Kurama




Não demorou para que uma mulher me atendesse, sua aparência era de uma freira, e demonstrava ser uma mulher muito calma se não fosse pelo tapa olho que a mesma tinha, sua voz era de autoridade chegou até a me dar um pouco de medo. Como forma de educação me curvavam em frente a mesma a fim de mostrar que não era seu inimigo ou coisa do gênero, e decidia me apresentar.-- A... Muito prazer meu nome é Uta, Kurama Uta e vim aqui afim de buscar algumas informações sobre o nosso clã e uma tal de kekkei genkai, teria como você ou outra pessoa me ajudar ? -- Após terminar de falar esperava atentamente a sua resposta



Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   10/4/2016, 20:36



Orfanato Kurama




A mulher mudara de expressão, não sei se eu me enganava mas ela parecia mais séria, ela me parecia incomodada quando tocava no assunto, estava prestes a me despedir até que ela me surpreendia me chamando para entrar, a mesma abria a porta para mim e sem hesitar entrava no local. A mansão era tão grande como demonstrava ser do lado de fora, a minha frente escadas que levavam para o segundo andar e por todo o local se encontrava quadros, mas eu me concentrava em somente um não sabia quem era mas me chamou muito a atenção, a mesma fechava a porta e o barulho ecoava por todo o local, não ouvia barulho de crianças ou até mesmo de outras freiras parecia que o local estava vazio. Ela começava a se mover para uma sala do lado da escadaria enquanto me mandava acompanha-la, e assim eu fazia. Chegávamos a um corredor com inúmeras portas, mas o nosso destino foi uma porta dupla no fim do corredor. Chegávamos na sala e logo me era ordenador sentar, não enrolava e logo sentava, a mesma se dirigia a uma cadeira que ficava a minha frente e eramos separados por uma mesa, ao sentar a mesma dirigia a palavra a mim me ordenando que contasse minha historia. -- Bom, sim eu sou um kurama, até aonde eu sei pelo menos, é a unica coisa que me falaram... Bom não sei muita coisa sobre eu mesmo, isso pode parecer estranho mas, eu realmente não sei nada que me envolva com o clã, tudo que eu sei que é fui criado por um casal, mas não eram meus pais de sangue, desde quando eu era criança já sabia disso e um dia antes de suas partidas eles me informaram. Eles sairam pra uma missão e pouco antes de irem me informaram que eu era do clã Kurama, mas foi a unica coisa que me disseram e até hoje eu aguardo a volta deles dessa missão... Nunca soube quem é meu pai, ou minha mãe e esse é o único local que me vem a cabeça para pedir ajuda... --  



Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   10/4/2016, 21:20



Orfanato Kurama




Não havia me sobrado nenhuma outra opção se não esperar como a mesma dissera. Ordems me foram dadas e eu ia segui-las mesmo não querendo, afinal eu precisava saber quem eu realmente era e qual era meu poder. Me retirava do local seguindo as informações que ela deu para que eu seguisse, até que depois de ficar perdido umas duas ou trés vezes achava o quarto, não parecia um hotel cinco estrelas mas eu não tinha do que reclamar, deixava minhas coisas em cima da cama que havia lá e partia a procura da Irmã Constance



Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   10/4/2016, 21:46

Não tinha muito oque fazer naquele lugar e eu não ia procurar por uma irmã que eu nem se quer sabia como a mesma era, chegava até o salão principal e procurava um local para sentar.

Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   10/4/2016, 22:27

Parava por um tempo e ficava observando o quadro enquanto as pessoas passavam, aquilo me chamava muito a atenção e uma ideia me vinha a mente. Decidia que tinha de achar a irmã que foi ordenada cuidar de mim e partia por toda a casa perguntando o nome de todas as irmas do local até achar a que eu procurava.

Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   11/4/2016, 23:33



Orfanato Kurama




Após muito tempo e de conhecer muitas irmãs, uma finalmente parava para dar a atenção a um ser que havia perdido um certo tempo da sua vida ali. A Mulher que parava tinha uma pele esccuraa e de bate olho havia notado a katana em sua cintura, evitava ficar olhando para a espada enquanto a mesma perguntava algo, não havia prestado a atenção tanto que só ouvi as duas ultimas palavras "Procurando alguém ?" Sem delongas me focava nela dizendo -- Aaa, sim seu nome é Constance você a conhece, sabe onde posso encontra-la ?



Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Uta'avatar
Exibir perfil



Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/03/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   12/4/2016, 01:15



Orfanato Kurama




A mulher em forma de deboche me dizia onde Constance estava mas oque me deixava intrigado era oque uma mulher fazia em um orfanato cheio de crianças em irmãs com uma espada. Ela me respondia e parecia que ia continuar para onde ia mas logo se voltara mandando que eu arrumasse meu cabelo. Ignorava isso e ela continuava a andar para onde ia muito apressada, logo mudava de ideia e decidia segui-la caminhando por trás da mesma evitando que ela me visse.



Hp:200/200
Ch:200/200
St:200/200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Survivalavatar
Exibir perfil



Mensagens : 5618
Data de inscrição : 06/12/2014
Localização : Naruto Survival

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
0/0  (0/0)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   16/5/2016, 09:44

Atualizado

- Nova especialização para o mestre: Dōjutsu (Jutsu);
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto-survival.forumeiros.com
.Strawberryavatar
Exibir perfil



Mensagens : 37
Data de inscrição : 16/06/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
230/250  (230/250)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   20/6/2016, 18:25

Priestess Lady



Rumei pelas ruas de Iwagakure em direção à minha casa, entretanto, durante o caminho feito, lembrei-me de alguns conselhos que minha mãe havia me dito sobre os intrigantes olhos que eu possuía. Uma vez, quando perguntei-lhe sobre o porquê de sempre lembrar-me da minha herança sanguínea, minha progenitora disse-me que muitas respostas que eu procurava provavelmente se responderiam num lugar de Iwa.

E agora, como já havia sido graduada como genin oficialmente, nada mais me impedia de ir atrás do que Misandre tinha me dito.

— Orfanato, não era? — Segui em outra direção, recolhendo informações de alguns moradores e dirigindo-me até onde me indicavam: numa área mais reservada da vila, encontrei uma mansão com uma placa logo à frente desta: Orfanato Kurama, dizia. Mantive minha postura, escondi as mãos dentro das mangas do kimono como de costume e avancei até o local em passos sutis.

Logo na entrada, assim que abri a porta delicadamente, tentei procurar pela recepção ou algo do tipo. Precisava esclarecer as dúvidas que tanto carregava comigo. Todo cuidado seria tomado para que não desrespeitasse as regras do local, esperando que alguém viesse me atender.

"Yohanda... Lembro-me desse nome."

HP: 200
CH: 200
ST: 200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Senju Hitomiavatar
Exibir perfil



Nenhuma Konoha | Genin
Mensagens : 1580
Data de inscrição : 03/05/2016
Idade : 23

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
70/550  (70/550)
Reputação Reputação: 3
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   20/6/2016, 19:07

Narração

A Irmã Yohanda estava a descer as escadas do Orfanato quando viu na entrada uma garota com uns belíssimos cabelos louros e ainda mais magníficos olhos violeta com um ar intrigado e curioso. A Irmã aproximou-se e interrogou o "porquê" da sua visita.

- Olá, jovem. Está perdida? O que faz aqui sozinha?

A Irmã ficou a aguardar a resposta da jovem ninja.


Irmã Yohanda
HP:   ?
CH :  ?
ST :  ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
.Strawberryavatar
Exibir perfil



Mensagens : 37
Data de inscrição : 16/06/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
230/250  (230/250)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   20/6/2016, 19:29

Priestess Lady



Não demorou muito e logo uma senhora com vestes simplórias e monocromáticas desceu as escadas, aproximando-se de mim num tom curioso de voz. Não pude deixar de notar o tecido negro que tampava um de seus olhos, o que lhe dava um aspecto um tanto misterioso. Retomei minha postura e, somente após observá-la dos pés à cabeça, voltei a falar:

— Chamo-me Aisha, e vim aqui em busca de uma mulher chamada Yohanda — Caso soasse muito suspeito ou mal explicado, seguiria com meu tom de voz um tanto indiferente: — Soube que talvez ela pudesse me ajudar em busca de aperfeiçoar o meu... suposto Doujutsu. — As últimas palavras ditas haviam saído mais silenciosas do que eu pretendia dizê-las. A insegurança que rodeava meu conhecimento da Kekkei Genkai era algo que me intrigava muito: haviam questões a serem respondidas.

No fim de tudo, esperei pela resposta da mulher.

HP: 200
CH: 200
ST: 200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Senju Hitomiavatar
Exibir perfil



Nenhuma Konoha | Genin
Mensagens : 1580
Data de inscrição : 03/05/2016
Idade : 23

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
70/550  (70/550)
Reputação Reputação: 3
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   20/6/2016, 19:55

Ouvindo as palavras da jovem ninja, a Irmã fica deverás intrigada com a rapariga.

- Doujutsu? De que tipo jovem? Hm... Se calhar nem sabe, não é verdade? De vez em quando aparecem pessoas com técnicas oculares não hereditárias, isto é, que não vieram de uma linhagem. Siga-me por favor...

A Irmã guiou a rapariga até uma sala meia escondida do orfanato. Lá dentro, encontrava-se uma mesa com algumas cartas viradas para baixo espalhadas em volta de uma bola de cristal. Se a garota não conhecesse a natureza do seu olho, este treino iria ajudar a activá-lo.

- Minha querida... Quero que olhe bem fundo nessa bola de cristal. Quero que liberte a sua mente de todas as suas preocupações e que se foque apenas na bola de cristal. Veja como os cristais são bonitos... São giros, não são? Quero que olhe com atenção. O que está a ver? Sim garota, somos nós. Olhe com atenção a mesa onde você está dentro da bola de cristal. Nessa mesa, uma das cartas está voltada para cima. Eu quero que você pegue na carta que está voltada para cima SEM tirar o olhar da bola de cristal. Vamos querida, você consegue...

A Irmã aguardava a acção da garota.


Irmã Yohanda
HP:   ?
CH :  ?
ST :  ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
.Strawberryavatar
Exibir perfil



Mensagens : 37
Data de inscrição : 16/06/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
230/250  (230/250)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   20/6/2016, 20:23

Priestess Lady



E a idosa, com todo o seu conhecimento, tentou ali mesmo desvendar o que era que eu guardava através de minuciosas e implícitas interrogações, mas que logo foram dispersadas por um relato. Disse-me que haviam alguns que iam ali e sequer sabiam dizer qual Doujutsu possuíam, o que me fez ficar curiosa se alguém já havia morrido sem despertar uma técnica ocular que lhe pertencia. Que desperdício, não?

— Entendo. — Toda aquelas afirmações me fizeram crer que a mulher com vestes simples tratava-se da que eu estava procurando.

Contudo, não tinha tempo para pensar sobre. A mesma idosa conduziu-me pelos corredores do orfanato, e nisso eu pude notar mais da decoração do local, bem como analisar detalhes mais a fundo. Era um espaço bem acolhedor... certo de que as crianças sem pais se sentiriam realmente acolhidas ali. No fim, adentramos uma sala mais oculta, onde a idosa fez-me sentar diante de uma mesa que possuía uma esfera de cristal em sua superfície.

— Interessante. — Deixei escapar num murmúrio enquanto analisava o objeto à minha frente. Logo a voz da mulher naquele mesmo tom fraternal de anteriormente ecoou pelo local, rasgando o silêncio que reinava por ali. Suspirei lentamente e deixei que meu instinto me guiasse, apenas ouvindo as indicações da idosa mais ao fundo, como se ela estivesse distante, sabe?

Compenetrei-me naquele objeto. Esvaziei minha cabeça de pensamentos desnecessários e, por fim, foquei-me no meu objetivo: pegar uma certa carta que encontrava-se virada para cima. Deixei um suspiro sair por entre meus finos e róseos lábios enquanto estreitava meus olhos violeta pelo cristal marcante da esfera. Num momento desses, sentia que minhas emoções deveriam ficar controladas, mantendo um impasse perfeito com minha concentração.

Ali, naquele mesmo objeto de formato circular, eu vi-me sentada na mesa junto da mulher. Observei o quarto — pude notar os detalhes sem muita precisão, mas eles estavam lá. Nós estávamos lá. Minha íris lilás fitava aquele objeto mais a fundo, em busca de ler certeiramente o que havia em cima da mesa; estava obcecada, sedenta pela informação que ali se encontrava. Concentrava-me o máximo que podia, em busca do resultado esperado.

— E-Eu... — Gaguejei, arriscando levantar a mão para uma carta, embora não soubesse ao certo se era realmente a correta. Esforcei-me para conseguir enxergar melhor, sentia meus globos oculares arderem e tornarem-se sensíveis enquanto buscava pelo meu objetivo. — Preciso conseguir... — Dessa vez, tentei manter uma manipulação de Chakra controlada nas vias oculares, talvez me auxiliasse em busca do que eu estava procurando. Empenhei-me na mesa, e apenas nela: busquei por todas as cartas, enquanto minha mão se levantava em busca de uma em especial.

No fim, meus dedos depositaram-se acima de uma em específico. Delicadamente, a ergui, agora fechando os olhos e esperando pela avaliação da mulher. Não queria arriscar ver se eu teria de fato acertado na minha escolha: toda aquela pressão ao redor dos meus olhos — nunca havia sentido algo do tipo, mas teria eu acertado ou apenas iludido a mim mesma?

— Eu acertei? — Minha voz estava baixa. Esperei pela resposta da mulher, agora sentindo meus olhos mais leves em suas devidas órbitas.

Considerações:
 

HP: 200
CH: 200
ST: 200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Senju Hitomiavatar
Exibir perfil



Nenhuma Konoha | Genin
Mensagens : 1580
Data de inscrição : 03/05/2016
Idade : 23

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
70/550  (70/550)
Reputação Reputação: 3
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   21/6/2016, 08:19

A Irmã apenas observava as acções da garota e, enquanto escolhia a sua carta, os olhos da garota pareciam brilhar.

"Essa cor e esse brilho... Será que?"

Após alguns minutos em transe olhando para a bola de cristal, a rapariga escolhe uma das cartas dispostas sobre a mesa, interrogando-se se era a carta correcta.

- Meu doce, qualquer que fosse a carta que escolhesse... Essa seria a certa!

Dava um tenro sorriso à menina, num jeito maternal que Yohanda tinha ganho desde que começara a tomar conta das crianças aqui no orfanato. A rapariga era de facto muito doce e inexperiente, o que fazia com que a Irmã sentisse um dever de voltar ao seu estilo de vida passado... E voltasse a ser uma Mestra de Ninjas.

Analisando a carta escolhida por Aisha, a Irmã esboça um sorriso.


- A carta que você escolheu. É a Carta da Morte.


Com estas palavras, a garota sobressaltava-se. De facto, o nome não era muito explanatório e Yohanda não consegue deixar de deixar escapar uma curta gargalhada.

- Ahahah, minha querida. Essa era a única carta que podia escolher. A Morte significa Renovação e está associada a um dos mais especiais e poderosos Doujutsus do mundo. O Mangekyougan!

Yohanda fitava atentamente os olhos da menina enquanto falava.

-O Mangekyougan permite ver o Futuro e alterá-lo, em particular situações de morte do usuário ou dos seus familiares mais próximos. É uma bênção deste mundo que apenas as miúdas escolhidas aos olhos dos Deuses podem obter, como você. Mas o caminho é ardiloso... Pois ver o futuro não é sempre agradável e nem sempre consegue alterar o Fado que os Deuses traçaram para nós. Mas se for forte, vai ver como tudo correrá bem!

Yohanda queria que a garota conseguisse activar o seu Doujutsu o mais cedo possível, por isso desenha um treino para a garota... No entanto... Este treino era a razão para Yohanda ter deixado a vida de Ninja e de Mestra... Só esperava que esta doce menina não a odiasse por isto...

- Ga-garota... Por favor olhe novamente para a bola...

Yohanda apenas ficava olhando para a bola de cristal, esperando que a garota olhasse. Quando esta o fizesse, cairia num terrível Genjutsu que iria simular a morte da rapariga várias vezes, até que esta conseguisse activar os seus olhos e impedir as 3 mortes diferentes que ocorreriam em repetição. Primeiro, uma visão de um demónio saído da bola de cristal iria tentar devorar Aisha. De seguida, uma imagem de Yohanda transformada num monstro encornado iria decapitar Aisha com uma foice. E, por fim, a cadeira onde Aisha estava sentada começava a brotar mãos que tentariam sufocar a pobre menina.

Durante isso tudo, Yohando concentrava-se para não activar o poder passivo do Clã Kurama, ao qual pertencia, que podia causar injurias reais nos seus alvos se estes não saíssem do seu Genjutsu.


"Me perdoe garota, por favor... Deuses, perdoem meus pecados... Porque fui amaldiçoada com este sangue?"

Considerações:
 


Irmã Yohanda
HP:   ?
CH :  ?
ST :  ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
.Strawberryavatar
Exibir perfil



Mensagens : 37
Data de inscrição : 16/06/2016

Ficha do personagem
Experiência Experiência:
230/250  (230/250)
Reputação Reputação: 0
MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   21/6/2016, 14:52

Priestess Lady



De certa forma, havia conseguido encontrar a correta, entretanto, não foi somente o que Yohanda disse. Explicou-me noções básicas do Doujutsu nomeado Mangekyougan, o que me fez lembrar de alguns relatos passados de minha genitora. Então era isso que meus olhos tinham de especial? Ter o poder de prever mortes de pessoas próximas a mim?

Então por que não fui avisada de quando minha mãe iria morrer? Nossos laços eram... frágeis?

— Tsc. — Ouvi toda a descrição que a senhora me passava, mantendo-me naquela mesma posição, mas agora de olhos abertos. Minhas pernas cruzadas por debaixo do longo kimono balançavam repetidamente com os pés: o nervosismo me subia aos poucos, estava tendo meus pensamentos emaranhados em um mar de confusão e devaneios.

Foi então que ouvi sua voz, ainda num tom muito brando, chamar minha atenção para a esfera sobre a mesa.

Relutei por uns segundos. Pensei se estava mesmo apta a seguir adiante em busca do Mangekyougan... mas, se poucos eram aqueles que possuíam tal dom, talvez fizesse parte do meu destino — algo que eu deveria ter que enfrentar e conquistar em algum momento da minha vida. Sem mais hesitar, levantei minha cabeça e fitei a bola de cristal com meu par de olhos violeta, mantendo uma expressão compenetrada.

Num momento como aqueles, todo o egocentrismo que me fora passado por minha mãe se dispersara.

— M-Mas... — A princípio, senti uma leve dor de cabeça. Aquela mesma pressão de antes se fazendo presente em minhas órbitas oculares, sentia como se meus olhos estivessem sendo sugados para fora de minha face. Mas então, junto de todo esse incômodo, eu vi. Tive, por um segundo, uma espécie de pensamento fragmentado que me veio à mente num momento de prelúdio. Aquela mesma esfera em cima da mesa ganhava tamanho, uma forma grotesca, transformava-se num monstro com uma bocarra que me engolira sem dificuldades. Senti aqueles dentes afiados cravando-se em minhas vestes, rasgando minha pele, minhas pernas sendo arrancadas... — Ah! — Tive tempo apenas de soltar um agudo gemido antes de ver tudo completamente negro, mais escuro do que o próprio interior do monstro: morta.

Entretanto, voltei a mim num piscar de olhos, suando frio, ainda com lembranças muito reais do que havia supostamente acontecido há pouco. Tudo estava em seu devido lugar, inclusive a tenebrosa bola de cristal. "O Mangekyougan permite ver o Futuro e alterá-lo, em particular situações de morte do usuário ou dos seus familiares mais próximos." Lembrei-me das palavras de Yohanda, conciliando os acontecimentos. Eu havia tido uma predição?

— Isso é algum Jutsu? — Estranhei a repentina transformação da esfera, levantando-me da cadeira depressa e afastando-me do objeto. Observei Yohanda, que ainda mantinha seus olhos presos à bola de cristal e avancei: joguei o objeto contra o chão, na tentativa de quebrá-lo em inúmeros pedaços e tentar impedir o que estava supostamente prestes a acontecer. E, num piscar de olhos, estava novamente sentada na cadeira de anteriormente.

Pisquei algumas vezes, intrigada: o que havia acontecido por ali?

Entretanto, Yohanda logo levantou-se. Retirou suas vestes e demonstrou um corpo esguio, enquanto seu rosto transformava-se em algo disforme: empunhando uma foice em mãos, veio em minha direção e me desferiu um só golpe no pescoço: pude observar minha cabeça ser separada do resto do corpo, enquanto o sangue espirrava e manchava a criatura maligna diante de meus olhos. Foi então que voltei à realidade: já sentindo a mesma pressão no olhar tornar-se mais suportável — como se eu estivesse me acostumando com seu fluxo. Mas tudo voltou a ser como era antes, mais uma vez. A sensação de estranheza preencheu-me novamente, e eu perguntei-me se não estava sendo de fato enganada pela mulher.

— Você... — Na tentativa de impedir que Yohanda viesse a se transformar na aberração de anteriormente, com um semblante frio na face, dispararia duas Kunais contra seu pescoço num movimento ágil, visando interromper seu ato talvez com a morte. Mas... as coisas ao meu redor tomaram outra forma, mais uma vez. Agora, estava sentada na cadeira, quando esta encheu-se de mãos e sufocou-me lentamente. Não conseguia puxar ar para meus pulmões — senti tudo enegrecer-se e... — Já chega! — No limite de tanta confusão, levantei-me da cadeira por instinto para que as mãos não conseguissem me enforcar como visto no prelúdio. Observei a idosa com meus olhos marejados de ira, pronta para retirar-me dali de uma vez por todas.

Mas, dessa vez, o que eu pressenti foi mais real. Senti minhas pernas bambearem enquanto todas aquelas supostas visões de anteriormente vinham à tona novamente. Era algo estranho, não sabia dizer. Meus instintos diziam que eu corria perigo naquele estado em que me encontrava. Talvez... talvez aquelas mortes afinal não significassem algo real; e se fossem apenas ilusões da minha percepção para que eu não pudesse prever o que estava de fato para acontecer? Tinha dúvidas se o Mangekyougan me avisaria somente em casos de morte real, ao invés de me prevenir de mortes criadas na minha própria mente.

Foi então que recordei-me vagamente de algumas aulas na academia ninja. Genjutsu — poderosas técnicas de ilusão que poderiam chegar a fazer o alvo ter visões de sua própria morte — entretanto, mudando seu fluxo de Chakra, a vítima poderia sair da miragem e voltar à lucidez. Em alguns casos, o próprio sentimento de dor poderia despertar da ilusão.

— Kai. — Forcei uma sequência de dois selos de mão enquanto executava os procedimentos necessários para a técnica.

Considerações:
 

Jutsu:
 

HP: 200
CH: 200
ST: 200
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado
Exibir perfil



MensagemAssunto: Re: Orfanato Kurama   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Orfanato Kurama
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 7Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Orfanato Kurama
» Ficha de Katsuro Kurama
» Grand Theft Auto San Andreas (PC)
» [FP] Uzumaki Naruto
» [FICHA]Uzumaki Naruto - Rikudõ

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Survival 4.0 :: País da Terra :: Iwagakure no Sato :: Localidades-
Ir para: