Naruto Survival 4.1
Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Ruínas de Rōran
Hoje à(s) 14:23 por Yuuki Uzumaki

» Mansão Hyūga
Hoje à(s) 13:09 por Deijin

» Monte Myōboku
Hoje à(s) 13:03 por Deijin

» País do Trovão x País da Geada
Hoje à(s) 12:54 por Deijin

» Dojo de Kiri
Hoje à(s) 11:43 por Wa_Shiranai

» Academia Ninja de Konoha
Hoje à(s) 03:37 por Survival

» Parque Senju
Hoje à(s) 03:33 por Survival

» Parque Memorial
Hoje à(s) 03:21 por Survival

» Academia Ninja de Kiri
Hoje à(s) 03:16 por Survival

» {Criações} Ichiro
Hoje à(s) 02:45 por Hatori Ayako

» Posto de Atribuição de Missões
Hoje à(s) 02:38 por Hatori Ayako

» [Criações] Chris
Hoje à(s) 02:18 por Hatori Ayako

» Pedido de Elemento e Tipo Sanguíneo
Hoje à(s) 01:57 por Survival

» Portões de Konoha
Hoje à(s) 00:41 por Yahiko

» Florestas e Bosques
Hoje à(s) 00:33 por Yahiko

Acesso Rápido
Quem está conectado
3 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 3 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 39 em 2/10/2016, 21:50
Calendário do RPG
Primavera

Estação: Primavera
Ano: X020
Procurados
Parceiros
http://pt-br.naruto.wikia.com/wiki/Wiki_Naruto
RPG - Hogwarts SchoolFórum grátisShinki RPGPokéMytushttp://www.heroisdoolimporpg.com/Pokémon Agenda RPGhttp://poke-mythical.forumeiros.com/http://narutorpgakatsuki.com.br/

Nosso Banner









mensagens recentes
ambientação


novidades
00/00
Novidade número um,
00/00
Novidade número dois,
00/00
Novidade número três,
00/00
Novidade número quatro,
00/00
Novidade número cinco,
00/00
Novidade número seis,
00/00
Novidade número sete,,
00/00
Novidade número oito,
00/00
Novidade número nove,
00/00
Novidade número dez,
00/00
Novidade número onze,
00/00
Novidade numero doze,
acesso rápido

Campo de Colheita do Norte

Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Survival em 6/3/2016, 18:56


Relembrando a primeira mensagem :




Campo de Colheita do Norte

Seu nome se deve à grande quantidade e variedade de frutos e plantas medicinais que existe no local. Este campo no passado pertencia aos domínios da aldeia do Norte, que na época especializava-se no comércio do arroz e remédios, hoje o local passou a se tornar parte da metrópole referida como a "Aldeia dos Samurais". Muitos destes guerreiros trabalham aqui quando não exercem o ofício militar, graças a este trabalho honesto, são capazes de manter suas famílias bem alimentadas mesmo em períodos de paz, quando seus trabalhos são menos valorizados.

A paisagem do campo de colheita é referida como uma das mais belas da região, visto seu potencial colorido exuberado pela diversidade de plantas e flores que circundam os degraus da plantação de arroz. Há casas de descanso espalhadas em toda a região, bem como quiosques e jardins harmônicos. Agricultores podem ser encontrados em qualquer lugar carregando um cesto de palha em suas costas quando não se dedicando à botânica e atividades deste porte.

Dizem que um Ronin habita estes campos, numa casa isolada das demais com um amplo jardim de árvores de cerejeira. Date Masamune foi um samurai de elite do país do ferro, veterano de guerras passadas cujo eventos o inclinaram a viver uma vida nos campos abandonando o ofício militar. Date é conhecido por seu olho certeiro que nunca falha um golpe de espada quando fixa-se em algum alvo, como se não bastasse, sua alta habilidade com as lâminas o permitem portar até mesmo três katanas em cada mão, sendo esse seu estilo "sério" de combate que somente alguns poucos samurais que julgou serem adversários à altura, foram capaz de presenciar uma única vez, já que padeceram pelas mãos de Date no mesmo momento.

Mestre de treinamento:


Nome: Date Masamune
Especialização: Taijutsu (Jutsu), Kenjutsu (Jutsu), Iaidō (Estilo de Luta);

Estilo de Luta:

Iaidō
Classe: Kenjutsu, Estilo de Luta
Descrição: O termo Iaidō (居合道) refere-se a um estilo específico de kenjutsu que se preocupa com os movimentos suaves e controlados de sacar a espada da bainha, golpeando ou cortando um adversário, retirando o sangue da lâmina, e, em seguida, colocando a espada na bainha. O movimento linear e força aplicada para desenhar a espada de seu resultado resulta em cortes muito mais rápidos do que os realizados com a espada já desenhada.
A velocidade em que as técnicas podem ser executadas — o ataque inicial em particular — é tal, que quando realizado por um usuário hábil, pode prevenir a formação de selos de mão do shinobi inimigo (e, assim, ninjutsu), através da exploração da pequena abertura que esses movimentos criam. Isso os torna altamente eficaz contra a maioria dos shinobi e, potencialmente, os do mesmo calibre de Hanzō, se realizado por alguém que domina o estilo, como Mifune.

Técnicas Iaidō:

Iaigiri
Rank: B
Classe: Kenjutsu
Descrição: Aderindo aos princípios de Iaidō, o usuário executa um golpe rápido e poderoso, com sua espada para cortar o alvo pretendido, antes de usar imediatamente a lâmina depois. Quando usado por Mifune, a técnica era forte o suficiente para cortar a grande cabeça da salamandra de Hanzō, Ibuse.
Nota: Requer Estilo de Luta Iaidō.


Yōjinbō
Rank: --
Classe: Kenjutsu
Descrição: Mifune executa um corte rápido em direção ao seu adversário, cortando-o. O adversário só sente o dano quando Mifune guarda sua espada.
Nota¹: Durante o uso, esta técnica aumenta a Velocidade do usuário em 5 m/s;
Nota²: Requer Estilo de Luta Iaidō.
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Ken-oh em 7/5/2017, 17:45



Que os céus tenham misericórdia...
Porque eu não tenho.
Treino de Velocidade (2 Pontos)

Continuei a correr, mantendo sempre minha velocidade máxima e também forçando minhas pernas a se tornarem mais velozes. De vez em vez, sacava minha katana em meio ao trajeto, golpeando algumas vezes e a guardando. A corrida se fazia mais longa a cada passo, já que não tinha linha de chegada, e as planícies presentes no país apenas ampliavam meu campo de treino.

Minha velocidade ainda não era impressionante, e isso me tornava um alvo fácil, já que não tinha métodos de defesa contra ninjutsu. O treino continuava, e meu corpo parecia se acostumar rapidamente com a situação a qual era submetido. Depois de percorrer alguns quilômetros, parei, começando então à golpear algumas árvores próximas. Matendo sempre minha velocidade máxima e me esforçando para alcançar uma maior, continuava.

Meus golpes rápidos e precisos penetravam facilmente na árvore, mas ainda não era o suficiente para satisfazer minha ansiedade por velocidade. A cada movimento, parecia aumentar levemente minha rapidez, o que já era uma evolução aceitável para mim. Saquei minha katana para continuar o treinamento, usando-a para cortar velozmente a àrvore em minha frente, finalmente sentia um desenvolvimento maior de minha parte.

O suor começava a aparecer, e o tédio vinha junto à ele. Comecei novamente a correr, mas desta vez em direção à uma cachoeira perto daquele mesmo local. Ao chegar, me foquei e desferi um corte rápido contra a água, tentando abri-la ao meio, porém não obtive sucesso. Continuei o movimento, tentando cortar a água, ou ao menos abri-la. A velocidade era essencial, e seguindo meu pensando, não desisti. Aos poucos fui conseguindo uma desenvoltura melhor em questão de rapidez, quando ouvi um grito. Olhei e pude ver um garotinho e uma árvore estava caindo sobre ele. Acelerei o máximo, partindo em uma corrida com minha máxima velocidade, fazendo com que a poeira do chão levantasse sob meus passos.

Rapidamente salvei o garoto, deixando-o ao lado da árvore, e então voltei correndo ao treino, continuando com os cortes contra a água. Adquiri, aos poucos, uma maior velocidade, graças ao treino e também ao esforço para salvar o pequeno garoto.

Yasuo:
HP: 1000/1000
CH: 200/200
ST: 1200/2000

Itens:

Katana
Descrição: Historicamente, kataná (刀) é o nome de uma das muitas espadas japonesas tradicionalmente manufaturadas (日本 刀nihonto ) que foram usadas pelos samurais do Japão feudal . As versões modernas do kataná às vezes são construídas valendo-se de materiais e métodos não tradicionais, contudo, estas n. A kataná se caracteriza pela sua aparência distinta : um a lâmina de gume único, ligeiramente curva, relativamente grossa, com um guarda circular ou quadrada e longo cabo/empunhadura para acomodar duas mãos.


Bokken
Preço: 100 ryous
Quantidade: 1 unidade
Descrição: Bokken (do japonês boku ぼく, "madeira", e ken けん, "espada") é uma espada de madeira japonesa, normalmente do tamanho de uma katana, usada para treinamentos em kenjutsu. Também é conhecida como bokuto ("espada de madeira"), um outro termo muito comum no Japão. Como resultado de um treinamento, ostenta um corte de profundidade média próximo ao seu centro.


Wakizashi
Preço: 150 ryous
Quantidade: 1 unidade
Descrição: A wakizashi (Kanji: 脇差 Hiragana: わきざし?), também conhecida como Oo-wakizashi ou Naga-wakizashi, é uma espada curta japonesa, usada em conjunto com a katana pelos samurais. Era usada principalmente em combates de curta distância em que havia menos tempo para desembainhar a arma, possibilitando assim um rápido ataque ao oponente geralmente no joelho ou outras articulações no intuito de imobilizá-lo. Essa arma era utilizada também na prática do seppuku.


Guizos
Preço: 15 ryous
Quantidade: 3 unidades (Amarrados à Katana)
Descrição: Os guizos são sinos de metal com uma esfera do material em seu interior. Ao se movimentar eles emitem um ruído agudo e penetrante.


Kimono
Preço: 800 ryous
Quantidade: 1 unidade
Descrição: Este vestuário exclusivo da aldeia do País do Ferro, já foi muito utilizado por Samurais. Sua camada de seda, seguida por outro tecido grosso e azul, vai até o pescoço do usuário, onde é protegida por uma grossa manta que age contra o frio e reduz substanciavelmente cortes nesta região. Seu tecido possibilita a menor chance de perfuração de armas e principalmente projéteis. Além de dar liberdade de movimentos, o kimono é leve e não faz ruídos, um bom equipamento para ambientes silenciosos.
Nota: Todo o tecido do kimono protege contra quaisquer danos de lâminas básicas que sejam disparadas e não estejam infundidas com chakra.
Considerações:


  • Gasta estamina de até 1 rank inferior à técnica utilizada.

avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Hisoka Kurayami em 7/5/2017, 22:48


[sucesso]Treino Aprovado!
+50 Xp.
+2 Velocidade.
[/sucesso]
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Ken-oh em 7/5/2017, 23:41



Que os céus tenham misericórdia...
Porque eu não tenho.
Sem mais falhas.

Era o momento de deixar aquele local, onde havia treinado por tanto tempo. Passo por passo, fui me distanciando dali, mesmo que houvesse adquirido certa intimidade com aquelas planícies. Enquanto a noite já se tornava madrugada, caminhava em direção ao centro da aldeia samurai.

Yasuo:
HP: 1000/1000
CH: 200/200
ST: 1200/2000

Itens:

Katana
Descrição: Historicamente, kataná (刀) é o nome de uma das muitas espadas japonesas tradicionalmente manufaturadas (日本 刀nihonto ) que foram usadas pelos samurais do Japão feudal . As versões modernas do kataná às vezes são construídas valendo-se de materiais e métodos não tradicionais, contudo, estas n. A kataná se caracteriza pela sua aparência distinta : um a lâmina de gume único, ligeiramente curva, relativamente grossa, com um guarda circular ou quadrada e longo cabo/empunhadura para acomodar duas mãos.


Bokken
Preço: 100 ryous
Quantidade: 1 unidade
Descrição: Bokken (do japonês boku ぼく, "madeira", e ken けん, "espada") é uma espada de madeira japonesa, normalmente do tamanho de uma katana, usada para treinamentos em kenjutsu. Também é conhecida como bokuto ("espada de madeira"), um outro termo muito comum no Japão. Como resultado de um treinamento, ostenta um corte de profundidade média próximo ao seu centro.


Wakizashi
Preço: 150 ryous
Quantidade: 1 unidade
Descrição: A wakizashi (Kanji: 脇差 Hiragana: わきざし?), também conhecida como Oo-wakizashi ou Naga-wakizashi, é uma espada curta japonesa, usada em conjunto com a katana pelos samurais. Era usada principalmente em combates de curta distância em que havia menos tempo para desembainhar a arma, possibilitando assim um rápido ataque ao oponente geralmente no joelho ou outras articulações no intuito de imobilizá-lo. Essa arma era utilizada também na prática do seppuku.


Guizos
Preço: 15 ryous
Quantidade: 3 unidades (Amarrados à Katana)
Descrição: Os guizos são sinos de metal com uma esfera do material em seu interior. Ao se movimentar eles emitem um ruído agudo e penetrante.


Kimono
Preço: 800 ryous
Quantidade: 1 unidade
Descrição: Este vestuário exclusivo da aldeia do País do Ferro, já foi muito utilizado por Samurais. Sua camada de seda, seguida por outro tecido grosso e azul, vai até o pescoço do usuário, onde é protegida por uma grossa manta que age contra o frio e reduz substanciavelmente cortes nesta região. Seu tecido possibilita a menor chance de perfuração de armas e principalmente projéteis. Além de dar liberdade de movimentos, o kimono é leve e não faz ruídos, um bom equipamento para ambientes silenciosos.
Nota: Todo o tecido do kimono protege contra quaisquer danos de lâminas básicas que sejam disparadas e não estejam infundidas com chakra.
Considerações:


  • Gasta estamina de até 1 rank inferior à técnica utilizada.

avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 14/6/2017, 17:38


[info]Narrador[/info]

Produtores? Não há produtores nenhum por aqui. Vocês devem sair logo. Eles podem voltar — Havia uma certa tensão na voz do agricultor — Mas se quer tanto encontrar um, sugiro que vá até a plantações do Senhor Kumon. Fica seguindo mais ao norte. A primeira com uma placa grande com um jarro tradicional desenhado e duas canas cruzadas atrás.

Bom, alguma informação eles tinham. Talvez a tal plantação do senhor Kumon, fosse a última parada para os dois.
Quanto a Abarai, ele se mantinha quieto. As vezes tinha refluxo no organismo, mas apenas seguia o caminho indicado.
S:
HP: K
CH: A
ST: Ê

Nota:
Pode narrar já descobrindo a tal plantação e procurando pelo senhor Kumon. A missão esta quase "acabando"




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 14/6/2017, 18:19


[info]Narrador[/info]

O sujeito que lhes ajudou, virava as costas sem responder a pergunta do samurai.

Agora os dois "companheiros" seguiam rumo ao norte. Caminhavam por um bom tempo. Coisa de 2 horas. Abarai já demonstrava sinais de abstinência, e vez ou outra fazia um ruído estranho no estomago e repuxava cabeça pro lado repentinamente.

Logo mais avistavam a placa conformo fora mencionado. Era idêntica ao descrito, apenas estava meio rasgada, esvoaçando para os lados com o vento.

Deve ser aqui... — Falava Kenshin com uma voz mais sobria e sem soluços — Acho que aquele é o velhote.

Abarai avistava um sujeito baixinho dos cabelos brancos. Possuía um bigodinho de cobrador branco também. O ex-samurai se aproximava e começava uma conversa franca.

OOOhayo! HeHe. Com licença Oji-san, é o senhor Kumon?

Hã? Sou eu mesmo, meu caro. O que gostaria?

HaHa que bom! Estamos procurando pelo senhor. O agricultor do sul nos disse que o senhor poderia nós fornecer informações sobre os produtores de sakê. Sabe como é, estamos tentando desenvolver um sakê mais forte. E bem, queria saber se eles possuem ou conheçam quem tem cana de açúcar.

Abarai parecia outro homem. Estranhamente respeitoso e gentil. Sua cordialidade mudará bastante naquele instante.

O que meu fih? Cana de açúcar? Eu tenho essa coisa aqui. Mas para o que se quer isso rapaz?

O velho parecia não ter ouvido o que falei, Tozama-san hehe — Comentava baixinho para o samurai — Queremos criar um sakê com essa cana. Para deixar ainda mais forte.

Ah, entendi. Vamos até minha casinha. Acho que podemos fazer algo la.

Abarai assentia positivamente e ia seguindo o velho que os levava até sua cabana. Lá tinha já separado algumas canas que ele devia usar para algum tipo de consumo. Tinha arroz também e demais equipamentos e ingredientes para fabricação e sakê. O velhote também produzia, porém era para consumo próprio.

Então jovens, podem usar meus equipamentos e tentar criar a bebida de vocês. heHehe.

Kenshin agradecia. Agora ambos poderiam trabalhar na fórmula nova. tinha ervas ali, aparelhos de amassar, sakê engarrafado e um monte de coisa. Agora era com o jovem tozama e Abarai.
S:
HP: A
CH: K
ST: E

Nota:
Man, coloca em spoiler esse monte de coisas ai aHUAhu um lobo, katanas, deixa em spoiler pra ficar menos informação visual.

Seguinte. Use tua imaginação ai e faz um bagulho loko ai pro Kenshin ai. Pode inventar ingredientes, desde que existam realmente. Faça a bebida do manjar dos deuses bêbados da área "51".

E ai "finalizamos" essa missão




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 14/6/2017, 19:41


[info]Narrador[/info]

O rapaz lidava e lidava e criava um sakê esverdeado. Após algum tempo estava finalizado e o rapaz apresentava para Kenshin.

Hã? Tem certeza que isso não é um chá de folhas? — Dizia o pinguço ao levar a bebida até a boca e sentir o álcool.

Abra só depois da fala:

A mente do samurai girava verde. Seus olhos brilhava e seu sorriso sincero surgia em sua face. Uma cara de besta tomava conta do rosto de Kenshin. Alguns se passava até que ele finalmente esboçava alguma reação.

Uau... Nada mal garoto. Valeu cada centavo que dei pro Safado Mifune procurar alguém KÁKÁKÁ.

Enquanto os dois interagiam, uma barulheira acontecia. Eles podiam ouvir a voz do velhote preocupado.

NÃO! NÃO TEM NINGUÉM AQUI. Por favor, vão embora. Entregarei tudo que pediram semana que vem. Por favor, me de um prazo maior.

Não, velho desgraçado. Você já teve tempo demais. Se não consegue produzir como ordenado, apenas merece a morte — O rangir de aço era escutado por ambos — Sentirá a frieza da lâmina do Kensei.

Passos eram ouvidos e uma correria. Logo em seguida uma bancada e o velho surgia do nada pela porta que dava a cabana dele. Ele estava razoavelmente bem. Porém, tinha batido a cabeça no chão e sangrava de leve. Ele estava consciente ainda.

Ora, ora. O que temos aqui... — Dizia o sujeito que chutou o velhote contra a porta.
Poder:
HP: Do
CH: Ab
ST: Sinto!

Considerações:
Parabéns, você acabou de completar a missão. Uma nova trama acabou de iniciar entre você e o Kenshin. Se livre dessa manjuba ai com o bebun o/

Seus ganhos na trama serão arquivados, até que tudo se encerre. Boa Sorte na Campanha que preparei pra ti.

[sucesso]Missão Concluída[/sucesso]




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 14/6/2017, 22:15


[info]Narrador[/info]

O velhote fora lançado e Takeda já estava posicionado com sua katana em mãos, Quanto a Abarai, estava embriagado e sem uma katana sequer. Os homens viam Takeda e um bêbado abraçado a uma garrafa que começava a encher daquela bebida maldosa de boa.

Velho filho da puta. Então estava escondendo alguém aqui sim. Por acaso o netinho veio proteger o avô contrabandista? HAHAHAHA — Falava para Takeda, que naquele instante pedia dicas para Abarai.

Heeeein? GiGiGiGiGi INK. Essa é da booooooa Ink. Mas então Ink. Joelho pra frente, postura ereta. Segu Ink. Segure firme no cabbo da espada com a katana baixa. Deixe a lâmina inclinada para frente. Espere ele atacar Ink. Ergue com força e rapidez e ataque verticalmente Ink. Se não matar, tamo fudido KÁKÁKÁKÁKÁKÁ!!!!!!!

O sujeito enfim avançava contra Takeda. Sua katana estava desembainhada e pretendia fazer um corte de cima vindo da direita para a esquerda num ângulo diagonal. Como Takeda reagiria?
S:
HP: A
CH: K
ST: E




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 14/6/2017, 23:49


[info]Narrador[/info]

Takeda ouvia atentamente cada palavra a absorvia aquilo e transformava em habilidade. Ele se preparava adequadamente e em seguida seu oponente vinha um tanto relaxado e subestimando seu oponente. Ele desferia sua espadada, mas takeda foi mais rápido e buscou golpear-lo no pescoço. Entretanto...

PLIIIM!

Um estalo entre katanas se propagou. O inimigo percebeu que seria acertado e mudou a rota de sua própria lâmina para poder defender o ataque de Yoshida e salvar sua vida.

Seja perspicaz agora. Erga sua katana com o fio virado para cima. Deixe-a tende a seus olhos. Segura com direita próximo a proteção. Ink. E a esquerda na ponta do cabo. Deixe o cabo atrás de seu ombro. Corpo meio inclinado para o lado que a segura. Quadril baixo. Perna esquerda semi reta e a direita meio flexionado. Espere ele vim. A 2 metros giro seu corpo para para trás, seguindo para o lado da esquerda. Movimente sua espada levando ela para baixo e em seguida faça um corte formando uma lua minguante, vindo de baixo para cima. Não pare o giro e procure se proteger.

O inimigo havia se recuperado. Ela vinha mais cauteloso, mas faltando alguns poucos metros, ele avançava novamente com mais pressa, estava usando 15 ms. Suas mãos seguravam firme a katana e estava junto de sua costela, provavelmente faria um ataque quando estivesse perto e mais seguro de si.

S:
HP: A
CH: K
ST: E

Ilustração Posição:




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 15/6/2017, 16:54


[info]Narrador[/info]

Takeda executava bem cada informação passada. Abarai até ficava alegre e dava umas bicadas na garrafa de sakê dos duendes. O momento da verdade se iniciava e o samurai fazia seu movimento. O inimigo chegava segurando a katana com ambas as mãos. O giro era feito e chegando na metade de seu percurso, o jovem aprendiz deixava de segurar sua mão. Kenshin notava aquilo e trazia a mão até a testa, balançando a cabeça negativamente — Idiota... — O movimento seguia e a katana finalmente atingia seu inimigo, porém a lâmina passava de forma errônea e apenas decepava o dedo mindinho e o anelar da mão direita do sujeito.

O berro era feito, e na comoção da dor o espadachim avançava empurrando com o pé no tórax de Takeda. Seu corpo ão estava preparado para aquilo e cedeu com tamanha força, caindo de bundo no chão. O adversário erguia como podia sua katana com a ponta virada para baixo e pretendia finca-la em Takeda. Entretanto...

Andorinha Peregrina!

Quando a lâmina ia descendo, ao mesmo tempo surgia Abarai com um soco esmagador no centro do estomago do inimigo. O homem cuspia uma gosma de sangue no rosto de Takeda e em questão de segundos ele era arremessado para longe. Kenshin se mantinha a sua frente e dando umas goladas ele alertava seu aluno.

Ink... Eu não lhe mandei soltar o cabo, rapaz. Você fez bem, quase tudo bem. Mas não deveria ter soltado a outra mão. Ela que daria firmeza para a lâmina não vacilar e recuar com o impacto. Se tivesse executado dessa forma, teria arrancado o braço dele. Se não os dois. Ink... E como pode ver, a desvantagem de errar esse golpe, é justamente a brecha que se cria ao ficar com a espada acima da cabeça e sem tempo de se recuperar e retornar para um novo ataque. Com mais treino é possível diminuir o risco, mas por enquanto é arriscado. Quem sabe em uma próximo Ink.

Assim que terminava de falar, um novo espadachim passava pela porta. Seu vestuário intimidava. Armadura de batalha. Espada com cabo longo e lâmina estranhamente maior que o normal. Uma mascará diferente, representando um velho samurai parrudo com um bigodinho clássico. Havia um demônio desenhado na proteção torácica. Suas pernas dispensavam armaduras, provavelmente para ter um maior rendimento na movimentação, possuindo apenas caneleiras.

Kensei:

Sua voz rouca e grave, tornava o ambiente ainda mais tenso — Se não é o pirralho Abacate-Kun — Parecia conhecer Kenshin.

KÁKÁKÁKÁ! É realmente o velhote? Ink. Gostei da mascará, lhe deixa mais bonito.

Não mudou nada. Continua zombando mesmo após aquela puta morrer.

Takeda-san... Acho que teremos que encerrar por aqui o treino de hoje. Este ai vai dar trabalho. Precisamos recuar. Ink.

Não pense que deixarei fugir tão facilmente!

É o que veremos. KAAATON!!

Abarai Kenshin levava sua garrafa até a boca e engolia uma bela golada. O mesmo inflava seu peito e puxava bastante ar. Ele demonstrava fazer perfeitamente todo o processo para realizar um jutsu do elemento fogo.

O QUE?? NÃO É POSSÍVEL. VOCÊ APRENDEU NINJUTSU, DESGRAÇADO!

O homem se assustava. Sabia que nada de bom poderia vir de qualquer que fosse aquela técnica, ainda mais sendo Katon e dentro de uma cabana feita de madeira. Abarai após se sentir apto a realizar sua ação.

ARTE SEGRETA, BAFO DO DRAGÃO!!!

Escutando aquelas palavras, o inimigo mascarado arregalava os olhos e imediatamente virava as costas e começava a correr por onde entrou, até mesmo abandonava seu lacaio. Kenshin finalmente descomprimia seus pulmões e liberava o que estava retendo dentro de si.

ISSO É UMA FALA. Abra após o parágrafo acima:

Liberando um arroto potente, altamente mal cheiroso, fedendo a álcool puro e muito barulhento, Abarai expelia toda a sensação de desconforto que estava tendo. O inimigo que fora golpeado e meio nocauteado, ia acordando, porém ao sentir o odor, acabou tendo um coma alcoólico ali mesmo e voltou a desmaiar. O cachaceiro se virava rindo do feito e com cara de zuero, ele ia correndo para o fundo do da cabana cambaleando.

Vamos Yoshida-Kun, traga o velhote junto ou ele acabará sendo morto, Ink.

O doidão ia abrindo a porta e correndo para fora. Ele estava meio perdido quanto que direção tomar, por isso perguntava para o rapaz.

Pra onde vamos, samurai-san? Ink.
S:
HP: A
CH: K
ST: E

[sucesso]Treino Aprovado

+150xp
+1 Velocidade
+1 Constituição Mental
+1 Kenkutsu[/sucesso]




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 16/6/2017, 15:19


[info]Narrador[/info]

Kenshin fazia um dos maiores blefes de sua vida com um magnifico arroto enganador. Ele saia correndo, porém o rapaz ficava para trás coletando a bebida para tratar o velhote — Puxa vida. Esse mané vai nós matar — Kenshin retornava e pegava firme no braço do garoto que segurava o velhote — Não temos tempo para isso, moleque. Pensou mesmo que aquilo foi ninjutusu? KÁKÁKÁKÁ. Estou ficando bom nisso — Abarai seguia em frente puxando o rapaz. Não seria capaz, Yoshida de conseguir se livrar. Porém ele teve a sorte de conseguir levar algumas coisas da qual pegou, como a bebida e alguns ingredientes da mesma, porém a babosa não existia na casa do velhote — Takeda-Kun... A maior lição de um samurai, é saber quando se retirar. Não é desonra abandonar o cambo de batalha. Antes um covarde vivo, do que um corajoso morto, Dizia minha mãe KÁKÁKÁ. Mas para onde vamos agora rapaz? Estou perdido as pampas
S:
HP: A
CH: K
ST: E




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 17/6/2017, 00:28


[info]Narrador[/info]

Enquanto eles corriam naquela fuga desprevenida de organização, o rapaz sugeria para onde ir. Abarai pensava um pouco e dava sua opinião.

Hummm. Ink. Acho difícil conseguirmos no momento. Estamos a poucas horas de lá. Mas com o velho, levaremos o dobro do tempo. Precisamos nos esconder, pois aqueles sujeitos iram nos rastrear a qualquer momento. Vamos nos esconder na mata primeiro e descansar. Estou no porre ainda. Sua fórmula é demais garoto. Deveria abrir sua própria taverna KÁKÁKÁ.

O velho finalmente ia acordando. Ele estava zonzo. Gemia um pouco, mas logo perguntava o que havia acontecido. Kenshin como sempre, estava degustando a bebida forte e rindo atoa. Ao redor, existia bastante mata e vegetação. Lugar bom para se esconder e encontrar alguns frutos ou vegetais. E claro, poder interrogar o velhote e tentar descobrir algo.
S:
HP: A
CH: K
ST: E




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Bluesday em 17/6/2017, 15:29


[info]Narrador[/info]

O trio se refugiava na mata. Enquanto Kenshin tomava uns goles, Takeda lhe dava uma espada. O bêbado segurava e assim que Takeda virava as costas, ele deixava a mesma cair reclamando — Que porcaria de espada. Nem parece que corta um pão sequer. Eu não quero isso — Falava com uma voz enrolada e meio engasgada. Estava bem chapado o samurai.

Enquanto calava por alimento, encontrava melão e maçãs. As pegava enquanto conversava com seu canino. Que imediatamente procurava nomear seu animal, que tinha como resposta um latido? Era para ser um uivo, mas ainda era filhote. Seja como fosse, aparentemente o animal aprovava o nome.

Retornaram. O rapaz não encontrava babosa. Mas a árvore a seu lado demonstrava ter uma quantia de seiva considerável. Fora que suas folhas eram grossas e possui madeira desfiando em seu tronco. Era uma bela árvore medicinal. Daria para fazer uma torniquete usando as folhas para tampar, e fazendo dos fios do tronco, uma corda improvisada para amarrar a folha. A seiva seria aplicava na ferida para ir tratando, enquanto a folha protegia o local.

Naquele momento de paz. O rapaz ansiava por respostas e não demorou em faze-las. O velho um pouco receoso, negava no começo.

Eu não posso falar nada, eles vão me matar — Infelizmente a insistência de Takeda era maior que sua resistência para abrir a boca — Tudo bem, eu falo, eu falo... — Ele respirava um pouco — Já faz alguns meses. Alguns homens estranhos. Fora do país vieram para as regiões daqui. Ele ameaçaram matar minha filha, se eu não fornecesse produtos para eles. Digo, arroz. Eles são produtores de sakê.

Alguém disse, sakê? — Acordava Kenshin de uma soneca que nem mesmo Takeda havia notado. Não demorou muito e ele voltou a cair no sono.

Esse ai não tem jeito. Ele é seu pai? — O velhote se interrompia com a interrupção de Abarai — Mas como dizia. Eles produzem sakê — Olhava para Abarai que ficava agora gemendo — Porém, o chefe deles não tem terras por aqui e não conseguiu comprar nenhuma fazenda. Então ele raptaram parentes dos agricultores, para chantagear todos nós. Não sabemos quem de fato comanda todos eles, mas aqueles samurais sempre aparecem todo mês para ver como estão as coisas. E quando o prazo que damos, se esvai, eles pressionam. Porém, nada podemos fazer, pois é a natureza que determina nosso tempo de plantio e coleta. A safra está ruim este ano e eles vieram no pior momento. Eu não sei exatamente aonde estão escondidos, mas provavelmente eles tem algum local para dormir e se manterem.
S:
HP: A
CH: K
ST: E




HP: 800
CH: 1000
ST: 2200
CHN:
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Maegor em 17/6/2017, 19:23



COLHEITA
Kenjutsu
Tudo havia mudado, Kyoka tinha ciência disto. Sentia o peso do novo cargo adquirido sobre suas costas, e não havia anda que pudesse fazer para retira-lo. Mas ela não queria isso. Este fora seu sonho, se tornar uma samurai. Mas qual o preço pagaria por ter tomado sua decisão. Era fácil ser o espectador de seu pai e vê-lo travar suas batalhas, mas agora ela travaria, ela estava preparada? Nem ela conseguia responder. Contudo sua expressão continuava neutra, se aprendera algo com seu pais, esta expressão fora uma delas. Ela sabia se manter calma mesmo nos momentos mais decisivos de sua vida, mesmo que o mundo ao seu redor desmoronasse, ela conseguiria passar confiança para aqueles ao seu redor, apenas com o seu olhar. O olhar de um líder.

Sua intenção para com aquele campo era o treino para com sua espada. Ela não queria que o ar fosse seu oponente desta vez, ela queria alguém que lhe ensinasse tudo aquilo que ainda lhe faltava. Kyoka tinha a ciência que lhe faltava muito para chegar até o cargo de seu pai, ser alguém como seu pai. Mas ela acreditava que com o esforço físico alcançaria-o.

Coma quele pensamento, ela dentro campo a fora a procura de um mestre. Seu pai lhe avisara que jazia um naquelas redondezas. Seu nome é Dante. Um samurai capaz de portar três espadas em cada uma de suas mãos. "Laminas demais para o meu gosto". Pensava ela. Kyoka era simples e não se surpreendia por qualquer coisa. O tal mestre poderia carregar até 10 laminas que se não mostrasse serviço, ela não o teria como mestre. Kyoka apesar de jovem carregava consigo o futuro de seu estilo. Tendo a ciência disto, sabia que suas habilidades atuais não a ajudaria alcançar tal estilo.

-Date está aqui?! - Ela deixou com que sua voz penetrasse o local. Seria sorte se sua voz encontrasse o destinatário certo. Mas se alguém a ouvisse, e soubesse quem esta procurava, a ajudaria encontra-lo. Pelo menos este era seu pensamento.


Spoiler:

Katana
Descrição: Historicamente, kataná (刀) é o nome de uma das muitas espadas japonesas tradicionalmente manufaturadas (日本 刀nihonto ) que foram usadas pelos samurais do Japão feudal . As versões modernas do kataná às vezes são construídas valendo-se de materiais e métodos não tradicionais, contudo, estas n. A kataná se caracteriza pela sua aparência distinta : um a lâmina de gume único, ligeiramente curva, relativamente grossa, com um guarda circular ou quadrada e longo cabo/empunhadura para acomodar duas mãos.


Kyouka
HP: 200/200
CH: 200/200
ST: 200/200
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Colheita do Norte

MensagemPostado por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum